Binho inspeciona obras na ZAP Chico Mendes

O governador Binho Marques visitou ontem, 13, obras e ações na Zona de Atendimento Prioritário (ZAP) Chico Mendes, em Rio Branco. Acompanhado do secretário de Planejamento, Gilberto Siqueira, além de técnicos, gestores públicos e lideranças comunitárias, o governador inspecionou o trabalho que vem sendo desenvolvido pela consolidação do conceito de ZAP, que é o de levar serviços básicos e estruturantes às comunidades mais carentes sob o ponto de vista social, econômico e ambiental.
Zap-chico-mendes
“Estamos aqui para garantir a qualidade das obras”, disse o governador depois de percorrer os 1,5 mil metros do canal que corta os bairros Chico Mendes e Eldorado, os dois maiores da ZAP 1. Assim, o governador apontou sugestões para que as obras sejam as mais bonitas e eficientes.

As obras estão bastante avançadas: o sistema de água, esgoto e drenagem já está 100% pronto; o asfaltamento de ruas alcança 80%, as obras de urbanização do canal estão 70% concluídas, e as de calçamento de vias, 50%. “O conceito de ZAP realmente se concretiza com estas obras e as intervenções sociais do Estado”, disse a assistente social da ZAP Chico Mendes, Diana Farias, que mostrou pesquisa ainda não tabulada sobre a satisfação dos moradores com a ZAP. Na questão de infra-estrutura, por exemplo, a aprovação é total.

De fato, somadas às demais, as obras de urbanização e sa-neamento básico mudaram completamente o visual da região: o poluído açude que alagava casas na Rua Santa Luzia, no bairro Eldorado, é hoje um lago que embeleza a paisagem mesmo ainda em fase de revitalização. O matagal ao seu redor foi completamente removido e a parte mais baixa está elevada em cerca de 1,80 metros em relação ao nível da água, o que impede transbordamentos. Os responsáveis pela ZAP localizaram uma nascente de água numa das bordas do açude. Dali, mina água cristalina que acabava se misturando ao esgoto. O local um dia serviu de ponto de lazer nos finais de semana. Ao longo do açude foi instalada uma rede coletora, que estará conectada ao sistema da estação de tratamento de esgoto do São Francisco. O equipamento põe fim ao lançamento de dejetos e água servida no açude. Antes de chegar à ETE São Franciso, a água servida é tratada numa estação compacta localizada no bairro Chico Mendes.

A ZAP 1  é uma região que teve início com ocupações irregulares, sua área central é um fundo de vale divisor de bacias, onde o esgoto corria  a céu aberto mas essa realidade já está completamente alterada.

O governador propôs campanhas de informação para que os moradores preservem a área coletiva do parque e não lancem detritos nos canais. Os presidentes das associações de moradores dos bairros Chico Mendes e Eldorado, Maria Eliane e Sebastião Gracino, respectivamente, se manifestaram favoráveis à ação.

Habitação digna para quem mais precisa
O governador visitou também obras nos conjuntos habitacionais da região. Centenas de casas estão sendo construídas através do  Minha Morada, que é o principal programa habitacional do Acre. Incluindo também as ZAPs, está destinando 10 mil unidades habitacionais para pessoas de baixa renda no Acre, e integra o programa do Governo Federal Minha Casa, Minha vida para atingir a meta.

São parceiros agentes financiadores como o Banco do Brasil, o BNDES, a Caixa Econômica Federal, e o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que também financia a implantação das ZAPs. O Minha Morada é o mais amplo projeto habitacional já realizado no Estado e estabelece um novo paradigma na política de habitação regional. Devido ao caráter de referência do programa, o presidente Lula fez questão de vir ao Acre para seu lançamento.

Na visita ao Conjunto Novo Chico Mendes, Binho cumprimentou a família de Luiz Félix de Oliveira, que vivia com a mulher, filhos e netos em uma casinha de madeira numa área de risco e foi realocado para o Conjunto Novo Chico Mendes, na ZAP 1. Ontem, Luiz e sua esposa, Zélia Almeida, levaram filhos e netos para conhecer a nova morada. O casal diz que as obras no bairro o deixaram muito melhor, mais seguro e bonito.
As casas do Programa Social de Habitação (PSH) são construí-das 100% com recursos do Governo do Acre. (Agência Acre)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation