Mais de 500 famílias podem ter energia cortada no Montanhês

Mais de 500 famílias residentes no Bairro Montanhês, em Rio Branco, podem ter o fornecimento de energia suspenso pela Eletrobrás Distribuição Acre – antiga Eletroacre. Das 805 famílias que faziam uso de ligações clandestinas para obter energia, apenas 105 já regularizam a situação e outras 300 estão tendo os medidores implantados pela empresa.
100LUZ
De acordo com o Gerente do Departamento de Medição e Fiscalização, Pelegrino da Conceição Ferreira, o trabalho foi iniciado em abril deste ano. Na ocasião, foi estabelecido de comum acordo com a Associa-ção de Moradores do Bairro, um prazo de 30 dias para que as famílias se regularizassem.

Na prática, o prazo acabou sendo prorrogado por mais trinta dias e venceu no último dia 28 de junho. Mas, segundo Pelegrino Ferreira, como a Eletrobrás ainda deve demorar uns 15 dias para concluir a instalação de alguns padrões, os moradores ganham mais algum tempo. Após isso, não tem mais conversa, as ligações clandestinas serão todas cortadas.

O trabalho não se restringe ao Montanhês e será am-pliado para todos os bairros da Capital onde forem registradas ligações clandestinas, o popular “gato”. Os moradores que são cadastrados, mas burlam a fiscalização para não pagar energia também serão fiscalizados. Só na Capital, o prejuízo decorrente do desvio de energia é estimado em  R$ 4 milhões.

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation