Namorado aceitou retirar bala para definir assassino de Edna, diz advogado

O advogado Evestrom do Nascimento disse ontem (9) que o namorado de Edna Ambrósio, Jeremias de Sousa Cavalcante, aceitou retirar o projétil de bala que se encontra alojado no seu ombro esquerdo para que não restem dúvidas acerca da autoria da morte da estudante.

Edna foi morta a tiros de fuzil durante uma blitz de trânsito no dia 25 de fevereiro deste ano.

“Com a autoria incerta os denunciados acabariam respondendo apenas por tentativa de homicídio, dessa forma, junto com os fragmentos já retirados pela perícia, o projétil alojado no ombro de Jeremias se torna essencial para a definição dos verdadeiros responsáveis pelo crime”, explica o advogado.

De acordo com a defesa, a remoção da bala só não ocorreu antes em virtude de parecer médico alertar para possíveis complicações de saúde. Mas a partir da realização de novos exames, segundo ele, essa hipótese foi afastada.

Pelas informações repassadas pela defesa, o procedimento cirúrgico será simples e Jeremias tem chances de receber alta no mesmo dia da remoção. A unidade de saúde aonde será realizada a cirurgia ainda não foi definida, mas sabe-se que será aqui mesmo em Rio Branco, tendo como forte candidata a Fundação Hospital do Acre. 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation