Prefeitura e Oi Futuro inauguram centro de inclusão digital

A prefeitura de Rio Branco e o instituto “Oi Futuro” inauguraram ontem pela manhã, 6, na escola Municipal Ioni Portela da Costa Casas mais um espaço de inclusão digital. O centro faz parte do programa de educação “Oi Tonomundo”, cujo objetivo é permitir que professores e alunos tenham acesso a computadores, câmeras digitais, impressoras, webcams e internet.
OIIIIII
A solenidade contou com a participação da gerente de relações institucionais da Oi no Acre, Kátia Garbin; do vereador Raimundo Vaz; da diretora da escola, Patrícia Maria de Souza Régio; do conselheiro da regional, Raimundo Fernandes; do secretário Municipal de Educação, Moacir Fecury; do prefeito Raimundo Angelim; dos alunos e pais de alunos.

O prefeito Raimundo Angelim destacou que os centros de informática são uma importante ferramenta para auxiliar no desenvolvimento da educação. “Vocês poderão utilizar a internet para fazer pesquisas, para viajar por outros lugares, por outros países sem sair do lugar. Estou muito feliz com a inauguração do laboratório de informática e mais ainda com os últimos dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). A escola Ioni Portela alcançou a média 5,1 e isso nos deixa muito felizes”, disse o prefeito dirigindo-se às crianças.

O “Oi Tonomundo” é um programa de educação que vai além da escola. Ele leva conhecimento a lugares de difícil acesso, desenvolvendo conteúdos e metodologias que contribuem com a formação continuada de professores e alunos a distância, envolvendo inclusive a comunidade do entorno da escola.
O programa é desenvolvido por meio de uma comunidade virtual que conta com a parti-cipação de escolas públicas das diferentes regiões do país e permite o compartilhamento de experiências e das melhores práticas desenvolvidas nas escolas.

Mais três escolas vão receber laboratórios de informática na Capital, entre elas a Francisco de Paula Leite Oiticica Filho, Francisco Augusto Bacurau e a escola Irmã Maria Gabriela. Nelas, mais de 1.505 alunos e 56 professores terão acesso à internet, podendo conciliar a metodologia de ensino das grades curriculares, com o trabalho de pesquisa e buscas. A Prefeitura de Rio Branco mantém vários centros de inclusão digital distribuídos no Horto Florestal, na Sobral e no Parque Capitão Ciríaco. São mais de 20 laboratórios de informática espalhados nas sete regionais da Capital. (Ascom PMRB)

 

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation