Agricultor encontra corpo de homem amarrado e executado com tiro na cabeça

A Polícia Civil do município de Epitaciolândia tem um novo crime misterioso para desvendar.
Cadver
Um agricultor que reside na estrada que dá acesso a comunidade Nari Bela Flor, zona rural do município, encontrou na tarde de segunda-feira, 12, o corpo de um homem ainda não identificado que apresentava marcas de tortura e execução.

Segundo informações da polícia, o crime pode ter acontecido há vários dias, já que o corpo estava em elevado estado de decomposição com as mãos amarradas para trás e pelo menos um tiro na cabeça. Sinais claros de crime de execução.

O delegado Sérgio Lopes, titular da delegacia central de Epitaciolândia, município distante da capital acreana, cerca de 240 km e que faz fronteira com a Bolívia, disse que apesar do elevado estado de putrefação ainda era visível as vestes da vítima, uma calça jeans, camisa listrada nas cores azul, verde e branco, mas não portava documentos que o identificassem.

Um detalhe chamou a atenção da polícia, ao lado do corpo foi encontrado um capuz, que supostamente tenha sido usado para encobrir o rosto da vítima, mais uma característica de crime de execução.

Nos últimos dias não houve registro de pessoas desaparecidas na região, o que leva a crer que a vitima seja de outra cidade e que supostamente pelas características do crime tenha envolvimento com o tráfico de drogas. (O Alto Acre)

Cadver_3

Cadver_2

Cadver_4

Assuntos desta notícia


Join the Conversation