Binho inspeciona detalhes finais do Arraial Cultural

O governador Binho Marques inspecionou na manhã desta segunda-feira, 12, os detalhes finais para o 12º Arraial Cultural.
Arena
Acompanhado do presidente da Fundação Elias Mansour, Daniel Zen, o governador fez o reconhecimento das arquibancadas que acomodarão o público do 6º Festival Nacional de Quadrilhas e da apresentação das grandes atrações, como a cantora Elba Ramalho e o grupo Quinteto Violado.

 “A arquibancada é uma das novidades este ano. Acomoda 2,5 mil pessoas sentadas”, informou Binho.  “Vai ser uma belíssima festa”, completou o governador.

Equipamentos novos na estrutura do evento, como a arquibancada móvel, se junta ao outros igualmente importantes, como o tablado de 25mx30m, montado na frente do palco para a apresentação das quadrilhas atendendo a solicitação da Confederação Nacional de Quadrilhas. 

Trata-se realmente de um grande evento, que apenas em artistas de outros Estados trará mais de 600 pessoas a Rio Branco. Com isso, de acordo com o governador, o Acre vai se afirmando como um bom destino turístico.

Grupos de dez Estados estarão concorrendo no concurso nacional, que ocorre paralelamente à etapa estadual. No dia 14, quarta-feira, haverá show de forró com a cantora Verônica Padrão e a banda acreana Pimenta de Cheiro.

No dia 15, quinta-feira, show de Elba Ramalho, e na sexta-feira, o Quinteto Violado se apresenta ao público acreano em um show homenageando Luiz Gonzaga.  No sábado, 17, haverá a apresentação cultural dos bois amazonense Garantido e Caprichoso.

Neste ano, a programação também tem a realização de uma oficina: “Contação, Recontação e Criação de Histórias de Cordel”, com Edmilson Santini. O Curso será realizado na Casa de Leitura da Gameleira nos dias 13 e 14 de julho, das 14 às 18 horas. Edmilson Santini e As Catirinas, artistas de rua do Rio de Janeiro e do Ceará, respectivamente, improvisaram uma peça para saudar o governador.

A festa conta ainda com a Barraca das Tradições, e todos os dias, a partir das 18h30 começam o Correio do Amor, Barraca do Beijo, Prendas e Adivinhações Juninas, Contação de Histórias, Cordel, Jogos e Brincadeiras tradicionais. No Terreiro dos Quitutes os visitantes poderão saborear o melhor da culinária tradicional dos arraiais acreanos.

“Poderia chamar de um festival gastronômico porque nossas comidas típicas são muito interessantes”, disse o governador. A praça de alimentação este ano conta com 70 quiosques. 

O 12º arraial termina com show regional e o anúncio dos vencedores do 6º Concurso Nacional de Quadrilhas. Várias atividades estão previstas nos diferentes palcos montados:  no Palco Saudades do Seringal, por exemplo, haverá apresentado de  bandas do Acre e do Ceará.

 O Concurso Estadual de Quadrilhas vai contar com a presença de 9 municípios do interior além de 7 quadrilhas da capital, totalizando mais de 600 quadrilheiros. Para o presidente da FEM, Daniel Zen, o Arraial Cultural evoluiu e está no coração dos acreanos.

“Faz parte da identidade do nosso povo”. A FEM, com suporte da Secretaria de Estado de Segurança, garante segurança e tranquilidade para as sete noites de evento.  (Agência Acre)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation