Candidatos a deputado federal esquentam as suas campanhas

A disputa uma das oito vagas à Câmara Federal é quase que uma eleição majoritária no Acre. Os candidatos tanto da Frente Popular quanto da Frente de Oposição precisam de muita disposição para conseguir convencer os eleitores das suas qualidades como políticos. Pelos cálculos mais modestos nenhum parlamentar será eleito com menos de 16 mil ou 17 mil votos.
Federais
Num eleitorado com pouco mais de 400 mil pessoas é preciso ter votos em todos os 22 municípios acreanos. Mostramos as propostas de três desses candidatos que desejam ser representantes do povo acreano no Congresso Nacional.

Thaumaturgo Lima, unindo Capital e o interior
ThaumaturgoO deputado estadual Thaumaturgo Lima (PT) sabe das dificuldades da eleição e tem conseguido mobilizar militantes nos vales do Acre e do Juruá. O candidato acredita que a próxima bancada federal acreana terá muito trabalho para otimizar os investimentos que foram feitos na infra-estrutura do Estado.

 “Nós viveremos um novo ciclo econômico a partir de 2011. A conclusão da BR-364 que vai unir os vales do Acre e do Juruá criará um mercado interno integrado. A Rodovia Transoceânica abrirá as portas de novos mercados internacionais. Com isso, o Estado estará numa nova posição estratégica em relação à geografia global. Essa nova realidade exigirá que a próxima bancada federal acreana esteja preparada para as ações que garantam a continuidade dos investimentos para a consolidação da economia do Estado e a inclusão social”, afirmou.

Thaumaturgo Lima, que é economista e advogado, acredita que novos empregos deverão ser gerados e a tendência é a melhoria da renda da população. “Para isso, será importante fortalecer as empresas tanto da Capital quando interior do Estado. Além de garantir incentivos para o surgimento de novas empresas. Será preciso, na Câmara Federal, criar mecanismos para um fortalecimento empresarial do Estado para o nosso desenvolvimento econômico e social do Acre”, salientou.

Para o parlamentar é importante que a próxima bancada acreana se preocupe com as políticas de qualificação de mão-de-obra no Estado. “Através de emendas parlamentares, é preciso apoiar o Instituto Dom Moacyr e o Ifac, que poderão trazer novas oportunidades de profissionalização aos nossos jovens. Isso será um fator importante para a inserção de novos trabalhadores acreanos com a instalação da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) no Estado”, argumentou. Outra questão fundamental para Thaumaturgo Lima é o apoio ao cooperativismo e ao associativismo para aumentar a inclusão social produtiva das famílias acreanas.  

Gladson Cameli levanta a bandeira da juventude
Gladson-Rivasplatas44Entrando numa nova fase da vida pública, o deputado federal Gladson Cameli (PP) busca a reeleição visando reforçar sua luta em defesa do desenvolvimento social e econômico do Estado, levantando com mais firmeza a bandeira da juventude. Para isso, sendo reeleito, Gladson garante que irá lutar pela implantação de mais escolas profissio-nalizantes no Estado a exemplo do que já fez no primeiro mandato com a conquista dos Centros de Formação Tecnológicos em Sena Madureira, Cruzeiro do Sul e Rio Branco, frutos de indicação do seu gabinete em Brasília.

Num segundo mandato, o deputado federal mais jovem do Acre pretende acompanhar com maior intensidade as ações realizadas pelo Governo do Estado e por todas as prefeituras acreanas, principalmente nas ações ligadas a infra-estrutura, buscando emendas parlamentares para serem investidas na construção de casas populares, pavimentação de ruas, ramais e ainda nas áreas de saúde, segurança e educação.

“Sou grato ao povo acreano por ter me dado a oportunidade de representá-lo no Congresso Nacional. E, numa nova fase da vida política, pretendo estar cada vez mais perto das reais necessidades da população, procurando meios de colocar-me a disposição do Acre e da nossa gente”, disse Gladson Cameli.

Leonardo Brito aposta num “projeto radical”
Leo-BritoO ex-presidente do PT, Leonardo Brito, também busca uma das cadeiras na Câmara Federal. No lançamento da sua campanha uma platéia formada por mais de 300 apoiadores de sua candidatura cantavam várias palavras de ordem, tal como “o projeto é radical”.

O candidato afirmou: “Tenho dedicado 20 anos de minha vida para ajudar as pessoas que menos podem, menos têm e menos sabem”, disse ele, que contou com as presenças no evento de candidatos a deputado estadual como André Maia, Ermício Sena, Dimas Sander, Rose Costa, Ronaldo Queiroz e Ney Amorim, candidato à reeleição e líder do PT na Assembléia Legislativa.

Muito aplaudido, Léo do PT disse à animada militância presente ao lançamento de sua candidatura que seu mandato, caso vença nas urnas, “será um mandato do Acre e do Brasil, que irá se juntar aos três senadores e aos demais membros da bancada federal em Brasília para ajudar Tião Viana no governo, com Dilma eleita na Presidência da República, a melhorar ainda mais a vida do povo acreano.
(*Com as assessorias)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation