Gladson Cameli agradece Lula por decreto da ZPE do Acre

O deputado federal Gladson Cameli (PP) disse na manhã desta sexta-feira,2, bastante entusiasmado, que o decreto assinado nesta quinta-feira,1, pelo presidente da República Luís Inácio Lula da Silva, criando a Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do Acre é um marco para uma nova fase do desenvolvimento do Estado.
Gladson
Gladson, que tem defendido a criação da ZPE acreana em vários discursos e reuniões no Congresso Nacional, foi também um dos acreanos que integrou a comitiva que viajou à China para conhecer na prática o funcionamento de uma zona de processamento de exportação.

“Nós que estamos em Brasília lutando por recursos e ações que contribuam para o crescimento do Acre não tínhamos dúvidas que a ZPE do Acre seria uma realidade a exemplo das outras já existente em vários estados brasileiros. A partir de agora teremos um novo modelo de distrito industrial, formado por empresas que certamente serão beneficiadas pela redução ou suspensão de impostos”, disse Cameli.

Tendo em vista que as ZPE´s são áreas delimitadas, nas quais empresas que produzem bens exportáveis recebem incentivos tributários e administrativos, como companheiro da classe empresarial acreana, Cameli destacou que estará em Brasília disposto a reforçar toda e qualquer discussão voltada para o crescimento econômico e social do Estado, contando com a atuação também de todos os integrantes da bancada federal, que têm no presidente Lula um fiel aliado do Acre.

“Não é de hoje que o presidente Lula tem colocado o Acre num lugar de honra de seus compromissos. A assinatura do projeto de lei da ZPE do Acre é apenas mais uma entre tantas demonstrações de lealdade do presidente a nossa gente”, afirmou.

Na ordem de R$ 5,1 milhão em investimentos, a Zona de Processamento e Exportação do Acre vai funcionar num espaço escolhido pelo Governo do Estado como corredor estratégico para exportação. Será no município de Senador Guiomard, a 24 km de Rio Branco, numa área de 130 hectares, sendo que dez deles apenas para abrigar um Porto Seco.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation