No retorno das atividades legislativas, Gladson defende votação em segundo turno da PEC 300

Mesmo com agenda permanente no Acre, o deputado federal Gladson Cameli (PP), estará em Brasília durante a primeira semana de agosto para participar do esforço concentrado que a Câmara dos Deputados Federais fará no retorno de suas atividades parlamentares.
Pec_Gladson
Com esforço concentrado para votações no Plenário nos dias 3, 4 e 5 de agosto, os deputados podem apreciar três medidas provisórias, entre elas a capitalização do BNDES (MP 487/10) e da preparação do Brasil para receber as Olimpíadas de 2016 (MPs 488/10 e 489/10).

O projeto que cria um fundo social com recursos do pré-sal (PL 5940/09) também está na pauta, mas o líder do governo, Cândido Vaccarezza, já declarou que a matéria ficará para depois das eleições.

Mesmo com a pauta trancada, o deputado Gladson Cameli defende que a Câmara retome urgentemente a votação em segundo turno da PEC 300, cujo objetivo é o de estabelecer que a remuneração dos Policiais Militares dos estados não seja inferior à da Polícia Militar do Distrito Federal, aplicando-se também aos integrantes do Corpo de Bombeiros Militar e aos inativos.

Segundo o deputado, é necessário que a PEC 300, de autoria do deputado Arnaldo Farias de Sá (PTB/SP), seja votada o mais rápido possível haja vistas que militares de todo país aguardam ansiosamente por uma conquista justa e essencial para valorização da categoria.

“Durante esta semana estarei participando das sessões da Câmara, e vou manter a proposta de agilizar a votação em segundo turno da PEC 300, uma matéria de extrema importância para os militares brasileiros, dignos de atenção e respeito por parte do Congresso Nacional e de todos os demais poderes constituídos na nossa nação”, disse Cameli.

Gladson disse ainda que mesmo no processo eleitoral aonde disputa a reeleição para deputado federal pela Frente Popular do Acre (FPA), estará conciliando sua agenda em Brasília para continuar defendendo os interesses da população brasileira.

“Estou em campanha, mas continuo sendo deputado federal. Por isso, consciente das minhas responsabilidades com a sociedade e com o mandato a mim confiado, não deixarei de cumprir a tarefa de melhor servir o Acre e ao meu povo”, finalizou. (Assessoria)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation