TSE multa José Serra pela terceira vez por propaganda antecipada

Brasília – O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) multou, pela terceira vez, neste sábado (24), o candidato à Presidência pela coligação O Brasil Pode Mais, José Serra (PSDB). O valor da multa é de R$ 5 mil.
Serra_3

O ministro Joelson Dias considerou propaganda antecipada declarações feitas pela então pré-candidato em 1º de maio, quando participou do 28º Congresso Internacional de Missões dos Gideões Missionários, na cidade catarinense de Camboriú.

Também foram multados, no mesmo valor, os religiosos Cesino Bernardino, Reuel Bernardino e José Lima Damasceno. O ministro considerou que Serra teria buscado “angariar a simpatia do público presente” ao falar de suas ações quando ministro da Saúde do governo Fernando Henrique Cardoso e no governo de São Paulo.

Neste sentido, o ministro Joelson Dias afirmou que o candidato tucano transmitiu “não só a idéia de que reuniria as condições ou aptidão para ocupar o cargo que ora pleiteia, já que responsável pela consecução dos feitos relatados, bem como divulgando as ações políticas implementadas”.

Além disso, segundo o ministro, o então pré-candidato teria utilizado expressões que remetem ao nome de sua coligação O Brasil pode mais. Ele citou, por exemplo, frases citadas no evento como “nós vamos fazer mais” e “podemos fazer mais e melhor”.

A assessoria do candidato tucano informou que o jurídico da campanha recorrerá da multa estabelecida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). (Agência Brasil)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation