Política local 01/08/2010

“Político que cumpre tudo o que promete é utopia, ainda está para nascer”.

Da lista de “Frases Famosas”.

Guilhotina armada
Como a derrota no TRE/AC da tese do juiz Marcelo Basseto, de que a “Lei da Ficha Limpa” não se aplica nesta eleição, a guilhotina para a degola dos que tiveram seus pedidos de registros impugnados pelo MPF vai fazer rolar muitas cabeças até o dia 5 de agosto, último dia para os julgamentos. Sem entrar no mérito da discussão: a Lei é positiva por depurar as candidaturas.

Sem mão na cabeça
Pela defesa  que o presidente do TSE, Ricardo Lewandoski, faz da “Lei da Ficha Limpa”, quem for condenado no TRE/AC, é bom não ser candidato porque não vai adiantar recorrer ao TSE.

Mingau quente
O deputado federal Fernando Melo (PT) está comendo o mingau quente pelas beiradas. Marcou um tento ao conseguir o apoio à sua reeleição do ex-prefeito Celso Ribeiro (PR).

Fato confirmado
Confirma-se assim notícia dada na coluna que Celso Ribeiro (PR) não apoiaria a candidatura do companheiro de partido Junior Betão (PR), que disputará a eleição para a Câmara Federal.

Fuga do altar
O casamento das candidaturas do deputado Gilberto Diniz (PTdoB) com o deputado federal Flaviano Melo (PMDB) não se consumou. Diniz sumiu no mundo e não apareceu no altar.

Cacife alto
A justificativa dada por assessores de Gilberto Diniz é que a candidata a deputada federal Antonia Lucia (PSC) lhe fez uma proposta de aliança tentadora e altamente vantajosa.

Bem votados
Se o PMDB fizer três deputados estaduais, anotem aí estes nomes, porque estarão na disputa da terceira vaga: Piaba e Rabelo Goés, ambos com campanhas ostensivas e bem planejadas.

Nenhum favor
Pelo que este rapaz sofreu, sendo preso injustamente, por ter defendido a tropa, o major PM Wherles Rocha (PSDB) bem merece os votos dos policiais militares para deputado estadual.

Disputa dura
O resultado da pesquisa do Ibope para o Senado com Petecão (PMN) chegando aos 35% e Edvaldo Magalhães (PCdoB) 27% mostra que essa será a única vaga do Senado em disputa.

Posições consolidadas
Para o Governo, Tião Bocalom (PSDB), com 21% no Ibope, só com milagre baterá Tião Viana (PT), com 63% de preferência; e tampouco Jorge Viana (PT) com 64%, perderá para senador.

Ronco do porco
O Tijolinho (PRTB) não sai do “ronco do porco” em todas as pesquisas: é um, um, um.

Sonhar é de graça
O vereador Vieira (PPS) é um otimista incorrigível, continua afirmando que será o candidato a deputado federal mais votado da oposição: e como sonhar não custa nada, deixa ele sonhar!

Coisa estranha
O vereador Rodrigo Pinto não tem como pôr a campanha na rua porque o TRE não se pronunciou se ele está ou não filiado ao PMDB. Ele não foi eleito vereador pelo PMDB?

Jararaca no bolso
Candidatos da oposição a deputado estão reclamando que até o momento o candidato ao Senado, Sérgio Petecão (PMN), ainda não deu uma ruela para tocarem a sua campanha.

Todo mapeado
O militante político Labib Labibiano já está com todos os pontos da região do São Francisco, onde se montam listas para a compra de votos, mapeados e com os nomes dos compradores.

Mesmo trabalho
Nos próximos dias promete ter o mesmo diagnóstico da região da Baixada.

Mão beijada
Labib vai entregar tudo de “mão beijada” ao TRE para monitorar e flagrar a patifaria.

Evitar a rabada
Os dirigentes do PT sabem ser difícil, quase impossível, a eleição do Leo Brito (PT) para a Câmara Federal, mas, estão trabalhando para que tenha uma votação ao menos razoável.

Carta de seguro
Os candidatos à Aleac da coligação DEM-PPS-PTdoB-PMN, fiquem alertas com a candidatura do Plínio (PMN) – dono do Hotel Plínio – que virá muito bem votado de Cruzeiro do Sul.

Cota estipulada
Sete mil votos é a cota que os apoiadores da deputada Antonia Sales (PMDB) acham que ele terá nesta eleição somente nos municípios do Vale do Juruá.

Acordo fechado
Não é pelos belos olhos dos candidatos majoritários da FPA que o prefeito de Mâncio Lima, Cleidson Rocha, está lhes apoiando. Há um acordo do PT deixá-lo livre para a reeleição.

Bruta sacanagem
O vereador Cabide (PTC) demitiu todos os seus assessores depois que, descobriu na semana passada que estava fazendo campanha para deputado estadual com o seu número errado.

Belo exemplo

A matéria enseja discussões jurídicas, mas, o TRE/AC deu uma bela contribuição de desinfecção da política ao entender por ampla maioria que, a “Lei da Ficha Limpa” se aplica nesta eleição, seguindo o mesmo entendimento do TSE. No mínimo vai servir como fator inibidor a que não se use um mandato parlamentar como escudo. Para ficar melhor o tribunal deveria montar com a PF um esquema de inteligência para flagrar compradores de votos.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation