Binho inaugura novo modelo de serviço policial na 1ª Regional de Rio Branco

O governador Binho Marques  inaugurou  nesta quinta-feira, 5, o  novo modelo de serviços policiais na Delegacia de Polícia Civil da 1ª Regional, no bairro Cadeia Velha, em Rio Branco. Trata-se de um investimento de R$ 732.194,43 que permite a implantação da primeira unidade policial do Acre com ciclo completo de atendimento ao público.
Policia_On
Implantado experimentalmente em dezembro passado, o sistema reduziu de uma hora para dez minutos o registro de uma ocorrência.

Estiveram presentes os secretários Emilson Farias, da Polícia Civil; Marcia Regina, da Segurança Pública; Eduardo Vieira, da Secretaria de Obras Públicas, e o comandante da Polícia  Militar, Romário Célio, entre delegados, agentes civis e oficiais da PM. “Temos melhorado nossos serviços cada vez mais e a população tem percebido isso”, disse o governador, elogiando o trabalho que vem sendo desenvolvido pela cúpula da segurança pública.

O acolhimento consiste no registro de boletins de ocorrências, análise criminal, investigação, flagrante e policiamento civil comunitário, que tem por finalidade, dinamizar o fluxo das atividades policiais na região central  de Rio Branco. Sete delegados atuarão na 1ª Regional, em regime de plantões nos casos de flagrantes, atendimento ao público e investigação. A 1ª Regional atende a 27 bairros.

Como exemplo, o atendimento em balcão é terceirizado, o que otimizou a atividade-fim da delegacia, que é a investigação judiciária e elucidação de ilícitos com garantia  de segurança à comunidade.  A Diretoria de Centrais de Atendimento (OCA) acompanha projetos como esse para   garantir compatibilização  do sistema ao arcabouço legal de atendimento ao público.  O Acre é o único Estado a possuir legislação específica sobre o tema. “O que estamos fazendo aqui é inclusão social. Não se trata de uma obra física, um amontoado de concreto mas um serviço”, afirmou  Emilson Farias.

Todas as atividades desenvolvidas no âmbito da 1ª Regional tem acompanhamento do   delegado coordenador da área.  Os investimentos na 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil consistem na revitalização da estrutura predial possibilitando uma nova concepção de atendimento.

Na unidade policial a vítima e o agressor não terão contato físico ou visual nas dependências da delegacia. A reforma predial garante também melhor segurança à integridade física dos policiais envolvidos na ocorrência, bem como, do agente em conflito com a lei, desde a cela até os cartórios da delegacia, quando necessário os procedimentos do interrogatório e outros esclarecimentos à autoridade policial plantonista.

amplas condições de proporcionar atendimento de qualidade, com celeridade e eficiência, ao mesmo tempo oferecendo condições de trabalho bastante satisfatórias. A estrutura do prédio não permite que a vítima se encontre com o agressor, e há equipamentos de acessibilidade, como rampas e banheiros para portadores de necessidades especiais. Acima de tudo, está adequado para a política de regionalização da segurança pública e a efetiva integração das polícias.

Essa política, levada a efeito em todas as áreas de governo, fará do Acre o melhor lugar para se viver na Amazônia com todos os seus sistemas prontos para funcionar adequadamente. Entre outros ambientes, a delegacia conta com auditório confortável para reunião funcional e encontros com a comunidade, modelo que de interação que só pode ser visto em poucos lugares do País. Para o comandante da PM, o novo modelo possibilitará, em pouco tempo, considerável diminuição na criminalidade naquela regional. “Esta nova estrutura é de fundamental importância. Não tenho dúvida que haverá redução drástica nos números da violência”, disse o coronel Romário Célio.

O governador agradeceu aos policiais e pessoal de apoio, pedindo a colaboração  de todos para que o prédio e os equipamentos  sejam conservados. Citou como exemplo a Escola Armando Nogueira, que incurtiu a cultura da preservação e da limpeza entre seus usuários, o que reduziu sensivelmente gastos com reforma e manutenção. 

Binho reafirmou o conceito de padronização no sistema, sem o qual os objetivos dificilmente seriam alcançados. “A gente não consegue atingir metas se não tiver padrão. Sem padrão nada está certo e nada está errado”, disse. De seu lado, a secretária Marcia Regina lembrou que os investimentos preparam o sistema para o futuro. “Não são apenas para este momento mas para o que virá”, declarou.

Modernização e muitos avanços
A Polícia Civil registrou grandes avanços nos últimos anos, entre eles a autonomia da instituição através da criação da Secretaria de Estado da Polícia Civil. Desde 2007, o governo Binho Marques avançou em cursos de capacitação e reciclagem de alto padrão.

Já em funcionamento na 1ª Regional e em várias delegacias de Rio Branco, a terceirização do atendimento ao usuário reduziu tempo, otimizou recursos financeiros e o trabalho dos chefes das equipes, reduzindo muito  as queixas na Corregedoria de Polícia Civil por conta de má atendimento.

Um dos avanços  foi a implantação do Sistema de Informação e Gestão Operacional (Sigo), software   que permite criar e organizar bando de dados,  padronizar e agilizar ações e procedimentos de enfrentamento à violência. O Sigo vem sendo utilizado em  delegacias e unidades da Polícia Militar, possibilitando acompanhamento em tempo real das ocorrências.

 

Delegacia On Line: acesso muito mais fácil
A 1ª Regional conta também com a Delegacia Online, que facilita o acesso a  pelo menos nove serviços de segurança pública. Na Delegacia On Line, o cidadão pode efetuar registros de  extravio de documentos, furtos simples, desaparecimentos e localização de pessoas, além da possibilidade de fazer denúncias anônimas ou identificadas.

 Faculta ao usuário  fazer boletins de ocorrências de qualquer terminal de computador, com internet, pelo endereço www.delegaciaoline.ac.gov.br.

Nesse site e nos totens da Delegacia On Line podem ser reportados casos de violência contra menores,  idosos,  mulheres, casos de  perturbação, consumo ou comércio de droga e crime ambiental. (Agência Acre)

Policia_On_2

Policia_On_3

Assuntos desta notícia


Join the Conversation