Dias de reflexão

A partir de amanhã, por força da legislação eleitoral, deve cessar toda a propaganda política com vistas às eleições gerais no próximo domingo.

Pode-se até discutir a validade desse tipo de proibição, mas, no geral, é uma medida benéfica. São três dias que antecedem o pleito para o eleitor analisar, cotejar os programas dos candidatos. Sobretudo, os majoritários, que irão administrar o país e o Estado no próximo quadriênio.

Sem as interferências das campanhas eleitorais, cada vez mais estridentes, apelativas, quem sabe o eleitor possa se concentrar mais para refletir sobre a importância do voto como instrumento de cidadania, mesmo com todas as limitações da chamada democracia representativa.

Fato é que está chegando o dia das eleições e essas são importantes, porque os brasileiros irão escolher desde o presidente da República até o deputado estadual, passando pelos senadores e deputados federais.

Escolher bem, sem barganhas de quaisquer tipos, é a garantia de um país melhor. Votar errado pode depois custar caro. Muito mais do que alguns trocados pelo voto.

 

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation