Fora do alvo

Rodrigo Lombardi recebeu garantias da TV Globo que o seu trabalho em “Passione” vai até janeiro, quando termina a novela.
Canal_1_Rodrigo_Lombardi
Não seria ele, portanto, a anunciada próxima vítima. Isto, ficou provado, não significa muita coisa.

Essa santa coluna também avisou há muito tempo que o personagem Saulo seria o assassinado, mas Werner Schünemann foi informado do contrário. Que continuaria na novela.

Silvio de Abreu havia dito que ele “não teria férias antecipadas”. Deu no que deu.

A televisão no resgate dos mineiros
O grande acontecimento da TV, nas últimas horas, foi o resgate dos 33 homens da mina San José, no deserto do Atacama.

Na medida do possível, as emissoras abertas interromperam as suas programações para flashes ao vivo do local. A Globo, no “Jornal Nacional”, acionou insistentemente o repórter Carlos de Lannoy, até mais do que deveria, muitas vezes para não acrescentar nada ou apenas repetir o que já tinha informado em intervenções anteriores. Mas valeu pela presença.

Na TV fechada, dois comportamentos distintos. Globo News e Bandnews ficaram com imagens diretas do acampamento Esperanza desde o final da tarde de terça-feira.

Mas enquanto uma, a Band, teve a sensibilidade de limpar a tela e apenas mostrar o que estava acontecendo, a Globo tinha imagens do local, o selo do canal, com o “ao vivo” embaixo, hora, um GC – Gerador de Caracteres – estático e outro rotativo, além da narração e comentários do seu pessoal nos estúdios.

A tela de um televisor, não importa o número de polegadas, tem um limite, e telespectador nenhum, por mais superdotado que seja, num mesmo momento consegue receber ou prestar atenção em mais de uma informação.

Uma coisa atrapalhada e desnecessária. Verifica-se que as tantas ferramentas, hoje disponíveis, acabam comprometendo seriamente a boa ordem dos trabalhos. Em muitas ocasiões, sempre é importante lembrar, não tem nada melhor que o arroz com feijão bem temperado.

TV Tudo

Enquanto isso…
Celso Zucatelli, no “Hoje em Dia” de ontem, na Record, estava preocupado com as possibilidades de chuva no deserto do Atacama. Tão preocupado que até acionou os serviços de um meteorologista.

No mínimo, ele deve ser o feliz proprietário de uma fábrica de galocha, capa ou guarda-chuvas no local.

Vai entender
Desde o começo da semana, César Filho está fazendo as férias da Joyce Ribeiro no “Boletim de Ocorrências” do SBT, em seus dois horários. Este é um detalhe.

Outro, é que, na terça, faixa das 22 horas, com imagens do resgate do Chile, o SBT chegou a marcar 8 pontos, número histórico para os tempos atuais.

Mas como a programação é arredondada com o fim do capítulo de “Passione”, tiraram o jornal do ar no seu melhor momento de audiência.

“Ana Raio”, que entrou em seguida, derrubou para 4.

Exclusivo
A Globo já tem exclusividade para os shows de Paul McCartney, em novembro, no Brasil.

Serão duas apresentações. Dia 7, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, e no dia 21, em São Paulo, no estádio do Morumbi.

A dúvida é se será gravado ou terá transmissão ao vivo.

Estratégia
Nada é confirmado oficialmente, mas circula a informação que a Globo estaria preparando o seu telespectador para a Olimpíada de Londres – 2012, da qual ficará ausente no sistema aberto – os direitos são da Record.

Como estratégia, aumentar a presença dos narradores da aberta na TV fechada, e vice-versa, com o objetivo de provocar necessária ambientação e atrair o público.

Passo seguinte, oferecer condições ainda mais atrativas para aumentar os assinantes do SporTV, o seu canal de esportes. Desconfia-se que já pode estar ocorrendo essa preparação de terreno.

A mesma coisa
Folha e Rede TV! promovem domingo, às 21h10, o segundo debate presidencial com os candidatos Dilma e Serra.

Assim como aconteceu no primeiro turno, o “Pânico” vai entrar gravado.

Importante considerar
Os responsáveis pelas programações das diversas emissoras trabalham, já de alguns dias, na montagem das grades do final de semana.

Domingo, à zero hora, começa o horário de verão. Vai até 20 de fevereiro do ano que vem.

Boi fora de época
Para que o tradicional “Boi Manaus” – que pela primeira vez terá cobertura da Band – também tivesse atrativos para a televisão, foram necessárias algumas modificações em sua organização. Os detalhes ainda serão divulgados.

Nos dias 22 e 24, haverá apenas transmissão local. E no dia 23, exibição para toda a rede, com apresentação de Teo José e da cantora Gilmelândia.

O evento é uma espécie de “Boi fora de época”, com muita gente do Caprichoso e Garantido e grupos de toadas locais.

Enxergando tudo
Telespectadores mais atentos verificaram que nos capítulos de segunda e terça, depois da morte do Saulo (Werner Schünemann), prevaleceram as cores roxa e lilás em diversas situações da novela “Passione”.

Desde o Luminol usado pela perícia, passando pelo terno completo de Fred, roupa da Bete Gouveia, detalhes do conjunto da Estela, gravata do Mauro, camisa xadrez do Agnelo e até a blusa usada pela personagem da Mariana Ximenes, Clara.

Se existe uma relação em tudo isso só o autor Silvio de Abreu tem condições de explicar.

Saldo positivo
Setores da Bandeirantes entenderam como bastante satisfatória a estreia de Luciano Faccioli no “Primeiro Jornal”.

Logo no primeiro dia, ele dobrou a média do horário. Como comparativo, do traço de quarta-feira passada registrou, ontem, a média foi de 1.5. Pegou com 0.3 e chegou a picos de 2.4.

Bate – Rebate

•       “Passione” chegou à sua melhor média na terça-feira. Fechou com 42 pontos.

•       Se, para evitar o vazamento da morte de Saulo, em “Passione”, a Globo gravou cinco “mortes”, resta saber que estratégia será adotada para o encerramento da novela.

•       Caso a Globo faça novamente a opção por várias cenas, haverá a possibilidade de mudar o final, na  venda para emissoras de outros países.

•       Tony Ramos foi homenageado no Rio pelos seus 45 anos de carreira.

•       Muito boa e emocionada a narração de Ticiana Villas Boas, no resgate dos mineiros, pela Band.

•       A direção da Record começa a discutir a sua programação especial de fim de ano.

•       Há a possibilidade da teledramaturgia vir a colaborar com uma série literária. Já existe um texto do Machado de Assis em produção.

•       O autor Aguinaldo Silva está às voltas com “Fina Estampa”, sua próxima novela, e o roteiro de “Lara com Z”, trabalho derivado de “Cinquentinha”.

•       No “Profissão Repórter” da última terça, a repórter dizia: “o nosso desafio é mostrar os bastidores” do SWU.

•       Mas como assim, desafio?

C´est fini
Ricardo Waddington, diretor de núcleo, havia sinalizado para o elenco da série “A Cura”, encerrada terça-feira, que eram grandes as chances de uma segunda temporada.

E o programa terminou justamente indicando este caminho, porém, não existe nada de oficial. Muitos atores que fizeram contrato de três meses não foram mais procurados.

Mas, a favor de uma nova temporada, o fato de Selton Mello querer continuar com o personagem. E não é só isso: ele também está disposto a dirigir alguns episódios, se a Globo permitir.

A Record vai vender os diretos do próximo Pan na TV fechada para a Globosat. E caberá a ela, Globosat, negociar com as demais interessadas, Espn Brasil e Bandsports. Segundo se informa, era tudo que essas duas emissoras não queriam.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Assuntos desta notícia

Join the Conversation