Política local 16/10/2010

“Eu acredito num governo centrado no equilíbrio entre o técnico e o político”.

Deputado eleito Astério Moreira (PRP), sobre o futuro governo Tião Viana.

Debate inócuo
O que tem se assistido no segundo turno da disputa presidencial é um debate religioso inócuo forçado pelo movimento evangélico entre os candidatos Dilma Rous-seff (PT) e José Serra (PSDB) sobre temas como aborto, casamento entre gays, se deixando de lado o que interessa de fato ao eleitor, que é conhecer os seus projetos para desenvolver o Brasil, e ponto final.

Decisão pessoal
Quem quiser ser a favor do aborto que seja, quem quiser ser a favor de gay e sapatão se casar, que também seja, há que se respeitar as individualidades, mesmo discordando delas e ponto.

Marina certa
Certa estava a senadora Marina Silva (PV), que mesmo evangélica, defendeu no seu programa eleitoral que estes tipos de assuntos sejam levados a um plebiscito e a população que decida.

Isso não pode
O que não pode é se limitar tais assuntos só ao debate com parâmetro religioso e dogmático.

Chuva no molhado
A parte majoritária do PMDB acreano, em que pese o apelo do candidato a vice-presidente Michel Temmer (PMDB) para apoiarem Dilma Rousseff, está direto na campanha de Serra.

Fato natural
No Acre é natural, histórico, de que, onde o PT estiver numa campanha o PMDB fica de fora.

Não prejudicou
Na parte que me toca o novo horário em nada prejudicou a minha rotina diária.

Recuperado
Pelo resultado da eleição em Senador Guiomard, dando boa votação aos seus candidatos, a dedução é que o prefeito James Gomes (PSDB), já se recuperou do desgaste inicial.

Outubro vermelho
Se não quiserem ver o deputado Walter Prado (PDT) irado não falem o nome PCdoB perto dele, a quem atribui denúncias na campanha à PF, de troca de vacinas por votos, em Tarauacá.

Fato corriqueiro
O que mais irrita Walter Prado com a ação comunista é que a distribuição de vacina acontece todos os anos entre os fazendeiros e não apenas na época eleitoral, como foi denunciado à PF.

Cansado de ouvir
Na campanha cansei de ver deputado da FPA trabalhando basicamente a sua candidatura.

Pior começo
Fala-se nas rodas de boatos em remanejamento de deputados eleitos para serem secretários e dar vez a suplentes petistas, o que não é e nunca será um bom começo a qualquer governo.

Fato a se evitar
Se há um fato que o governador eleito Tião Viana (PT) deve evitar é este tipo de acomodação.

Correndo tempo
Deputado Luiz Tchê (PDT) o tempo corre, o tempo voa e nada do Pian-ko depor na CPI.

Está nos anais
A imprensa toda registrou que você rasgaria seu diploma de deputado se ele não fosse depor.

Ausências sentidas
Deputados Luiz Calixto (PSL), Donald Fernandes (PSDB) e Idalina Onofre (PPS) são ausências que serão sentidas na próxima legislatura: representavam a voz combativa da oposição.

O que se espera
O que se espera do pleno do TRE/AC é que os pedidos de cassação de muitos mandatos de deputados que vão aportar em breve no tribunal sejam aceitos para servir de exemplo.

Reboliço certo
Advogados de importante banca de Brasília foram contratados pela executiva nacional do PMN, com apoio do PSDB e DEM, para entrar na Justiça assim que Tião Viana renunciar pedindo que seu suplente Aníbal Diniz não assuma o mandato e a vaga fique sub judice, até o julgamento do pedido de posse do outro suplente, Carlos Coelho (PMN), num reboliço certo.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation