Política local 21/10/2010

“Se ser ingrata é exercer a democracia isso é problema deles”.

Ilzamar Mendes, viúva de Chico Mendes, sobre críticas do PT por apoiar Serra.

Apoio de pé quebrado
O deputado federal Henrique Afonso (PV) ligou ontem para dizer que não acompanha a posição de membros do diretório regional do seu partido que, em coletiva, externaram apoio à candidatura da petista Dilma Rousseff à Presidência da República e que quer deixar isso claro.

Dois pontos
Qualquer um tem o direito de discordar da decisão de Ilzamar Mendes de defender o apoio à candidatura de José Serra (PSDB), mas, ninguém tem o direito de lhe atacar por esse fato.

É da democracia
Escolher entre Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) é da democracia ou não haveria eleição.

Rapa geral
Assessores parlamentares do deputado Donald Fernandes (PSDB) estavam ontem furiosos por terem sido demitidos sem ao menos serem avisados.

Rescaldo da derrota
Quando chegaram ontem no banco para sacar os ordenados estavam com as contas zeradas.

Eleitorado perdido
Se alguém chegar ao governador eleito Tião Viana e disser que o PT está bem na zona rural dê um bicudo: quer puxar o saco. O eleitor rural é um eleitor perdido pelo massacre das multas.

Medo de pedir votos
Chegou a um ponto que prefeitos do PT do Vale do Acre têm medo de pedir votos no meio rural para não apanhar. É raro achar um pequeno produtor que não foi multado e humilhado.

É uma maldade
Um colono é multado em 20, 40 mil reais por ter colocado um roçado para subsistência.

Levou um banho
Outro capital que já foi do PT e que o Tião Viana tem que resgatar, se quiser fazer a maioria dos prefeitos em 2012, é o meio evangélico: majoritariamente foi oposição na última eleição.

Não sem razão
E não foi por diletantismo, mas por terem sido tratados com desdém após às eleições.

Saiu por cima
Mesmo com a tempestade que desabou no Juruá o prefeito de Cruzeiro do Sul, Wagner Sales, fez da mulher Antonia Sales (PMDB) a mais votada para a Aleac.

Chegava fácil
Se o eleitorado dos altos rios, seu maior reduto, tivesse votado (foi de mais de 40% a abstenção, devido às fortes chuvas) Antonia Sales (PMDB) teria os seus 10 mil votos.

Corte geral
O prefeito Raimundo Angelim está fazendo um corte raso nas despesas da PMRB.

À primeira vista
É somente uma intuição, mas acho que a atual bancada de oposição será menos atuante que a atual que, mesmo minoritária, sempre colocou a majoritária FPA na defensiva.

Apostando tudo
O deputado N.Lima (DEM), segundo avaliações de advogados da área eleitoral, dificilmente reverterá a sua cassação no TSE.

Processos polêmicos
Não vai demorar muito e o TRE/AC receberá processos polêmicos de pedidos contra a diplomação de vários eleitos na última disputa eleitoral.

Boa mexida
E que pode redundar em mexidas nas vagas de deputado estadual e deputado federal.

Jogou errado
O deputado Luiz Gonzaga (PSDB) sempre se elegeu montando um forte esquema nos últimos 15 dias da eleição. Desta feita deu errado e embarcou na balsa.

Nem com além
Não adiantou a ajuda do Pai de Santo “Garrafão”, dono de um terreiro em Epitaciolândia.

Apertar de novo
A Secretaria de Segurança tem que apertar o policiamento, pois voltaram a pipocar os assaltos.

Mais cotado
A candidatura do vereador Juracy Nogueira (PP) à presidência da Câmara Municipal de Rio Branco vai se consolidando por ter uma mão forte no ombro: a do prefeito Angelim.

Ou acaba o Acre
Ao ouvir ontem na Aleac a nata ambiental do governo, formada por Cleissa Cartaxo, Eufran Amaral e Fábio Vaz, com suas idéias delirantes, me convenci porque o Acre continua na pré-história do desenvolvimento econômico: insistem na tese que o Estado vai se desenvolver vendendo vidrinho de óleo de copaíba. Ou o Acre se industrializa ou se lasca de vez!. Acordem!

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation