Políca Federal: 480 vagas para os níveis médio e superior

Seguem em análise no Ministério do Planejamento dois pedidos de concurso para o total de 480 vagas nas áreas policial e administrativa da Polícia Federal (PF). São esperadas as autorizações para 380 vagas de agente administrativo, de nível médio, e 100 de papiloscopista, que exige curso superior.

A corporação elabora ainda um pedido para concurso de delegado e perito, ambos de nível superior (o número de vagas a serem solicitadas ainda não foi informado). A expectativa é que as autorizações sejam dadas ainda este ano.

A oportunidade no cargo de agente administrativo será aberta àqueles que possuem o ensino médio completo e que terão pelo menos 18 anos de idade até a data da posse. Os vencimentos iniciais oferecidos são de R$ 2.899,97, e há ainda, da mesma forma como para os demais cargos da PF, auxílio-alimentação, no valor de R$ 304.

O último concurso para a área administrativa da PF aconteceu em 2004 e, caso a nova seleção siga o modelo da época, os candidatos serão submetidos exclusivamente a provas objetivas, de Conhecimentos Gerais e Específicos.

Para agente administrativo, as provas foram de Língua Portuguesa, Noções de Informática e Atualidades, na parte geral, e sobre temas como relações humanas, arquivamento e procedimento administrativo e Constituição Federal, na específica.

O cargo de papiloscopista tem como requisito básico o ensino superior completo em qualquer área e proporciona vencimentos iniciais de R$ 7.514,33. Já para delegado, a exigência é o bacharelado em Direito, e para perito, o ensino superior completo em área específica, a ser definida. Para esse, os vencimentos iniciais são de R$ 13.368,68.

 Todos os cargos da área policial do departamento têm ainda como requisito a carteira de habilitação, na categoria B ou superior.

No caso desses cargos, é bastante provável que os novos concursos repitam o modelo da seleção do ano passado para agente e escrivão. Caso isso se confirme, os candidatos terão que passar por provas objetiva e discursiva, avaliação psicológica, exames médico e de aptidão física, curso de formação e investigação social. (Folha Dirigida)

 

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation