Reforço necessário

A contratação de cerca de 400 agentes de endemias para atuar no combate à dengue vem em hora mais do que essencial, já que o Acre está na lista dos estados com grande risco de uma nova epidemia de dengue em 2011. E para combater essa doença que tanto tem feito vítimas, e muitas fatais é definir estratégias e agir com antecedência.

Mesmo sem chuvas o número de casos notificados de dengue na Capital continua alto e isso mostra que a preocupação não deve ocorrer apenas no período chuvoso, mas permanentemente durante todo o ano. Nos próximos meses começam as chuvas e o risco de vivermos uma nova epidemia é altíssimo.

Mais preocupante ainda é a circulação da dengue tipo 4 na região Norte, identificada no Estado de Roraima e que reapareceu no país depois de 28 anos. As chances do tipo 4 chegarem até aqui são ainda maiores e pode ocorrer até o final do ano.

A dengue não escolhe cor, nem raça, nem nível social, não é exclusividade das classes menos favorecidas. É um problema de saúde pública que deve ser combatido com rigor e que precisa da colaboração da população. É imprescindível e necessário reforçar, mas enquanto a sociedade não tiver consciência, vamos continuar vendo pessoas morrendo por causa da dengue. 

 

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation