Chuva atrapalha votação no Juruá

Um forte temporal que começou por volta das 9h30 de ontem complicou a vida dos cerca de 75 mil eleitores da região do Vale do Juruá, quarta zona eleitoral.

A chuva forte se estendeu até às 16h20 da tarde. Isso fez com que praticamente não houvesse filas nas seções eleitorais. A estimativa é que houve uma abstenção de 40% provocada pela chuvarada.

O único candidato majoritário a votar na região foi o candidato a vice-governador da Frente Popular, César Messias (PP). Os candidatos a deputado federal, Gladson Cameli (PP), Henrique Afonso (PV) e Taumaturgo Lima (PT) também votaram em Cruzeiro do Sul.

Apesar da tranqüilidade nas votações nas cinco cidades da quarta zona eleitoral, Cruzeiro do Sul, Rodrigues Alves, Porto Walter, Mâncio Lima e Marechal Thaumaturgo, a Polícia Federal efetuou 27 prisões.

Eram pessoas que estavam fazendo boca-de-urna, transporte irregular de eleitores e suspeitos de estarem comprando votos. Um cabo eleitoral de um candidato a deputado estadual ainda não confirmado foi preso com uma lista com nome de eleitores e os seus respectivos números dos seus títulos eleitorais.

Outro transportava o valor de R$ 15 mil que supostamente seria usado para compra de votos.    

Assuntos desta notícia

Join the Conversation