CRM inicia campanha de valorização do médico

Com o tema: “Reconhecimento, respeito e condições de trabalhar pela saúde de todos”, a campanha faz parte das atividades do Dia do Médico
O Conselho Regional de Medicina do Acre (CRM-Acre) iniciou uma campanha de valorização dos profissionais médicos. A intenção é convidar a população para fazer uma reflexão sobre a importância do médico para a sociedade e chamar atenção dos gestores para as condições de trabalho oferecidas nas unidades de Saúde em todo Estado.

Com o tema: “Reconhecimento, respeito e condições de trabalhar pela saúde de todos”, a campanha faz parte das atividades do Dia do Médico, comemorado no dia 18 de outubro.

“Nosso objetivo principal é convidar a sociedade e os gestores para uma profunda reflexão sobre o papel desempenhado pelos médicos. Sabemos que a nossa missão é cuidar e salvar vidas, mas precisamos das condições para que possamos cumprir nosso papel”, destacou a presidente do CRM-Acre, Dilza Ribeiro.

Ela explica que a meta é lutar para que sejam realizadas ações que possam beneficiar, acima de tudo, os pacientes. Para Dilza Ribeiro, é preciso oferecer boas estruturas físicas e profissionais preparados e bem remunerados para atender a população.

“Nós temos nos empenhando para que a população tenha acesso a uma Saúde de qualidade. Sabemos dos desafios e estamos dispostos a continuar trabalhando para atingir nosso objetivo. Queremos continuar desempenhando nossa função com amor e dedicação, mas com melhores condições de trabalho”, destacou.

Dilza Ribeiro lembrou que os Conselhos de Medicina trabalham pelo reconhecimento profissional médico e por uma melhor assistência em saúde. “Por isso é importante a sociedade acompanhar nosso trabalho. O CRM existe para defender a prática médica e lutar por uma Saúde melhor para todos”, afirmou.
Durante toda semana várias atividades serão realizadas. Os médicos defendem, entre outras coisas, mais qualidade no atendimento, com uma política competente que assegure condições para o trabalho e a assistência; remuneração adequada, reajustes das tabelas de procedimento, educação médica continuada, segurança e criação de uma carreira de Estado para o médico. (Ascom CRM)

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation