Polícia Civil apresenta acusados de executar empresária em suposto assalto


A Polícia Civil prendeu nesta quarta-feira, 6, dois homens acusados de serem os autores do assassinato da empresária Janete Silva de Morais, 47 anos, morta com um tiro no peito, na noite de 23 de agosto. Os presos são Ariclenes Firminiano da Silva, 22 anos, o “Ari”, e Kelvin Mariano Oliveira, 18 anos, o “Anão”.
Acusasados_assassinato_Janete
Segundo informações da Polícia, os dois foram reconhecidos por testemunhas do crime contra a empresária, e de outros roubos (assaltos) principalmente contra mulheres, em que o objeto alvo dos assaltantes eram as bolsas das vítimas.


A polícia descobriu que o autor do disparo que matou a empresária, foi Ariclenes que teria alegado que a arma estaria com defeito e que o tiro foi acidental. A moto usada pela dupla era pilotada por Kelvin Mariano.


A polícia chegou aos dois acusados através de uma investigação de roubos contra mulheres em que o alvo dos assaltantes eram as bolsas das vítimas.


Em poder da dupla a polícia recuperou relógios e aparelhos celulares de vítimas de outros roubos. Ariclenes já tem passagem pela Polícia e respondia em liberdade por crime de homicídio, praticado no mês de janeiro deste ano.


Os dois respondem por crimes de roubo (assaltos) na Delegacia Antiassalto da Polícia Civil (Dapc).

Acusasados_assassinato_Janete_2

Acusasados_assassinato_Janete_3

Acusasados_assassinato_Janete_4

Acusasados_assassinato_Janete_5

Assuntos desta notícia

Join the Conversation