Acreanos escolhem hoje os seus novos representantes

Um ciclo de quase dois meses de campanha se encerra hoje com a votação de 470 mil eleitores acreanos que vão às urnas para escolherem o presidente da República, o governador, dois senadores, oito deputados federais e 24 deputados estaduais.
Candidatos_acreanos
Uma campanha que apesar de alguns sobressaltos poderia ser considerada tranqüila, mas que ficou marcada pelo acidente fatal sofrido pelo presidente da Câmara de Rio Branco, Jessé Santiago (PSB), que era candidato a deputado federal.

A Capital, Rio Branco, tem o maior número de eleitores 217.271 (46,13%), seguida por Cruzeiro do Sul: 48.492 (10,30%), Sena Madureira: 24.016 (5,10%), Tarauacá: 21.323 (4,53%), Feijó: 17.160 (3,64%) e Brasiléia: 15.333 (3,26%).

As mulheres lideram o eleitorado acreano com 236.408 (50,2% do total) contra 234.545 (49,8%) de homens.
Concorrem às eleições de hoje três candidatos a governador, Tião Viana (PT), Tião Bocalom (PSDB) e Antônio Gouveia, o Tijolinho (PRTB). Serão ainda quatro postulantes ao Senado sendo que os eleitores escolherão dois representantes acreanos.

Edvaldo Magalhães (PCdoB), Jorge Viana (PT), João Correia (PMDB) e Sérgio Petecão (PMN) são as opções na corrida ao Senado.

Teremos ainda 37 candidatos a deputado federal lutando por uma das oito cadeiras que o Acre tem direito na Câmara Federal. Além disso, 342 candidatos a deputado estadual protagonizam uma disputa acirrada por uma das 24 cadeiras da Assembléia Legislativa do Acre.

Mas graças a Lei do Ficha Limpa, 56 candidatos tiveram os seus registros indeferidos pelo TRE/AC e lutam em outras instâncias para se garantirem na disputa. No entanto, caso esses concorrentes venham a ser condenados os seus votos serão anulados.

Os eleitores que não puderem votar terão que justificar os seus votos. Aqueles que não puderem justificar terão até o dia 2 de dezembro para regularizarem sua situação junto aos TREs.

A diplomação dos eleitos acontecerá no dia 17 de dezembro. Lembrando que a posse de governadores e presidente da República será no dia 1º de janeiro. Já os deputados estaduais, federais e senadores assumem as suas funções a partir de fevereiro de 2011.

Devido a complexidade geográfica do Acre serão utilizados durante a votação três aviões e quatro helicópteros da Força Aérea Brasileira.

O Estado tem 121 locais considerados de difícil acesso que terão a transmissão de dados via satélite. Entre a eleição e o Referendo do Horário está previsto um orçamento de gastos do TRE/AC de quatro milhões e quinhentos e sessenta mil reais.

Outra informação importante é que os comércios poderão funcionar normalmente durante as eleições com a ressalva que os seus proprietários devem garantir o direito de voto aos seus funcioná-rios. O horário de funcionamento das 100% de urnas eletrônicas no Estado é entre 8h da manhã e 17h da tarde. A previsão é que às 20h já tenhamos o resultado das eleições majoritárias. No entanto, as proporcionais dependem de cálculos de coeficientes eleitorais e poderá demorar um pouco mais.

Disque-denúncia
Qualquer irregularidade no pleito poderá ser denuncia do no Disque-denúncia eleitoral (0800-642-2226) que funciona desde o dia 19 de julho.

O serviço é resultado de um convênio entre o Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE/AC), Ministério Público Estadual (MPE), Ministério Público Federal (MPF) e Polícia Federal (PF).

O Disque-denúncia funciona durante 24 horas. Já foram registradas 1050 denúncias. A maioria por propaganda irregular e compra de votos.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation