Comando de Serra apela por esforço conjunto em busca de apoio do PV de Marina Silva

Na tentativa de conquistar os votos de Marina Silva, terceira colocada no primeiro turno das eleições presidenciais, o comando da campanha do candidato do PSDB à Presidência, José Serra, determinou um esforço conjunto de todos os integrantes da coligação em prol do candidato.

A ideia é que todos os aliados, que tenham afinidades com o Partido Verde (PV), intensifiquem as articulações. Serra foi o primeiro a conversar com Marina, seguido pelo governador eleito de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB).

Alckmin disse que conversou com Marina e que se dispõe a procurá-la novamente, se for necessário. Da mesma maneira, segundo ele, pensa Serra. Nos últimos dias, candidatos eleitos e até os derrotados foram convocados a entrar na campanha em busca do apoio de Marina e de quem a apoia.

Em Minas Gerais, a missão coube ao senador eleito pelo PSDB, Aécio Neves. Ele disse ter “muita afinidade” com o PV porque nos dois mandatos em que ocupou o governo teve o Partido Verde como aliado.

Derrotado para o governo do Rio de Janeiro, Fernando Gabeira (PV), foi incumbido de procurar Marina e pedir o apoio dela para Serra . No Paraná, o governador eleito Beto Richa (PSDB) também se comprometeu a buscar apoio de Marina e o senador reeleito de Goiás, Demóstenes Torres (DEM), defendeu que a busca por votos seja ampliada.

Reunidos em Brasília em evento batizado de “Todos com Serra, Todos pelo Brasil”, os aliados da coligação de Serra – PSDB, DEM, PPS, PTB e PT do B – prometem intensificar a campanha neste segundo turno. Estão presentes candidatos eleitos, reeleitos e também derrotados. (Agência Brasil)

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation