Prefeituras têm até dia 29 para informar frequência de alunos beneficiados pelo Bolsa Família

 Prefeituras têm até o próximo dia 29 para enviar dados da frequência escolar de alunos que participam do Programa Bolsa Família. A assiduidade na escola é uma das exigências a serem cumpridas pelas famílias que são beneficiadas pelo programa.

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), que coordena o Bolsa Família, a atualização da frequência escolar tem o objetivo de mapear quem não está cumprindo a condicionalidade do estudo e encontrar formas de ajudar essas famílias.

“O Bolsa Família é um compromisso partilhado. Não queremos excluir famílias nem elas querem ser excluídas. Estamos monitorando para ajudar essas famílias que, por algum motivo, não estão encaminhando os seus filhos à escola”, disse a coordenadora de Operações de Condicionalidades do Bolsa Família, Ana Lúcia Alonso.

De acordo com a ela, a baixa frequência e a ausência na escola podem levar ao bloqueio e até ao cancelamento do benefício. “As famílias que estão descumprindo essa condicionalidade estão sendo advertidas e serão desligadas caso isso aconteça cinco vezes seguidas.”

Atualmente, o programa beneficia 12,7 milhões de famílias, que recebem entre R$ 22 e R$ 200, dependendo da renda mensal por pessoa e do número de criança e adolescentes até 17 anos na escola.  (Agência Brasil)

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation