Pular para o conteúdo

Acre é contemplado com três projetos do Programa Petrobras

Ivete Maia / Enviada especial ao Rio de Janeiro
A Petrobras anunciou na segunda, dia 25, a relação dos 113 projetos contemplados  na seleção pública 2010 do Programa Petrobras Desenvolvimento & Cidadania. O evento aconteceu  em Vigário Geral, no Rio de Janeiro, com a presença do presidente da empresa José Sérgio Gabrielli, diretores, autoridades federais, estaduais e municipais, do representante da OAB, Direitos Humanos, José Júnior, coordenador executivo do Grupo Afroreggae, além de jornalistas e representantes das instituições contempladas. Todos os estados brasileiros tiveram projetos selecionados.
Bras1
Na Região Norte foram 14 iniciativas, das quais 2 foram do Acre, 40  do Nordeste, 31 do Centro-Oeste, 16 do Sul, 2 de abrangência regional e 2 de abrangência na-cional. A nova edição do Programa consolida a Petrobras como a maior patrocinadora de projetos sociais do país.

O  processo de escolha
No total,  foram inscritos 5.183 projetos  na seleção pública 2010. A escolha deles se estendeu  de julho a setembro e envolveu mais de 150 avaliadores. Eles foram distribuídos em quatro etapas de análise: triagem administrativa, triagem técnica e avaliação econômica,  Comissão de Seleção e Conselho Deliberativo, que foi  composto por representantes do Governo Federal, da OAB, da imprensa, de organizações da so-ciedade civil e de empregados da Petrobras.

Petrobras é a segunda maior petrolífera do mundo
Em seu discurso, o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, ressaltou a importância do trabalho social desenvolvido pelo Grupo Cultural Afroreggae na comunidade de Vigário Geral. “Divulgamos o resultado de mais uma Seleção Pública de Projetos Sociais, num espaço que não faz muito tempo simbolizou a tragédia da desigualdade, da violência e do medo, no qual o Afroreggae tem trazido arte e oportunidade para os jovens. E que hoje recebe um Brasil confiante e que caminha a passos firmes para a erradicação da miséria”.

José Sérgio Gabrielli disse, ainda, que a prioridade dada pela Petrobras foi para iniciativas que aproximam e dão qualidade às suas relações com a sociedade, que trazem benefícios diretos à população, à cultura e ao meio ambiente. Outro ponto levado em conta foram projetos que geram empregos em diversas cadeias produtivas, reduzem as desigualdades, ampliam a cidadania e melhoram as bases sociais do Brasil.

Para finalizar, ele afirmou que é dentro desses princípios que a Petrobras vem ampliando e aprimorando seus Editais de Seleção Pública de Projetos Sociais para que sejam cada vez mais inclusivos, transparentes e ao mesmo tempo educativos e organizadores da sociedade e das instituições participantes. “Nos últimos 8 anos, a Petrobras saltou de um valor de mercado de 15 bilhões de dólares para outro de 250 bilhões de dólares, o que a coloca hoje como a segunda maior petrolífera do mundo e uma das maiores empresas do planeta. Junto com a descoberta do Pré-Sal, isso traz uma responsabilidade da mesma dimensão no que diz respeito à qualificação de suas relações com todos os seus públicos”, concluiu.

Bras2
Na Praça Tropicalismo, em Vigário Geral/RJ, auditório ficou lotado de convidados

Grupo Afroreggae ganha novo patrocínio
Bras3A Petrobras anunciou o patrocínio de mais um projeto do Grupo Afroreggae. É o “Arte na Praça”, que prevê a realização de uma programação cultural na Praça Tropicalismo, localizada em Vigário Geral, Rio de Janeiro, em frente ao Centro Cultural Wally Salomão, inaugurado recentemente e cujo objetivo é democratizar o acesso às  manifestações culturais, criar um espaço de conhecimento artístico e celebração do convívio coletivo na comunidade.

A programação incluirá apresentações de teatro, cinema, dança e música gratuitamente para a população  local e visitantes.  O local também será um dos palcos do “Viradão Cultural, que acontece uma vez por ano no Rio de Janeiro. Além disso, o Afroreggae fará parceria com duas escolas públicas locais para trazer crianças para eventos  culturais que se realizarão em horário diurno na Praça.

 O Grupo atua em cinco Comunidades que são apoia-das anualmente pela Petrobras com manutenção das atividades artísticas. São elas: Vigário Geral, Cantagalo, Parada de Lucas, Complexo do Alemão e Nova Era. Segundo José Júnior, coordenador executivo do Afroreggae, as favelas foram mudadas pela cultura.
A Petrobras é parceira do Afroreggae desde 2006.

Bras4
Com latas e tambores reaproveitados, jovens de Vigário Geral/RJ fazem demonstração musical

 PROJETOS SOCIAIS DO ACRE  SELECIONADOS
‘Apae em ação’, de Cruzeiro do Sul-Acre
De autoria da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), o projeto busca a inclusão social de 200 crianças e adolescentes, de 0 a 18 anos,  com deficiência intelectual e múltiplas. O projeto atende menores em situação de exclusão social ou vítimas de maus-tratos e abusos no município de Cruzeiro do Sul, no Acre.

Para isso, prevê estruturação de sala, identificação dos participantes e sensibilização dos familiares, atendimento especializado e campanhas nas escolas.

Projeto ‘Vida Nova’, de Cruzeiro do Sul-Acre
De autoria da Fundação Assistencial e Educação Betel, o projeto tem o objetivo de prevenir, proteger e recuperar o público infanto-juvenil de Cruzeiro do Sul, vitimado pela violência sexual, psicológica e física, assim como os usuários de substâncias psicoativas, minimizando a violência, o uso de drogas, bem como o abuso sexual e a exploração sexual, além de promover a reintegração e o fortalecimento familiar de maneira sustentável de crianças e adolescentes que já passaram por esses tipos de violências.

Anunciados os aprovados no Petrobras Ambiental
A Petrobras anunciou na terça-feira, 26, a lista dos contemplados na Seleção Pública 2010 do Programa Petrobras Ambiental, em cerimônia realizada no edifício-sede da empresa, no Rio de Janeiro, com a presença do presidente, José Sérgio Gabrielli de Azevedo, diretores, o secretário executivo do Ministério do Meio Ambiente, José Machado, imprensa e representantes das entidades contempladas.

As regiões contempladas foram Nordeste com 13 projetos, 12 do Sudeste, 6 do Centro-Oeste, 6 da região Sul e 5 do Norte, dos quais um é do Acre. Um projeto tem abrangência regional e outro nacional.

Foram inscritos 928 projetos, dos quais 780 inscrições foram válidas pelos critérios pré-determinados no regimento de seleção. Os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais foram os que mais enviaram projetos. A seleção acontece a cada dois anos e faz parte de uma das ações estratégicas do Programa Petrobras Ambiental.

Os projetos contemplados têm como objetivo principal uma das três linhas de atuação: gestão de corpos hídricos superficiais e subterrâneo, recuperação de espécies e ambientes costeiros, marinhos e de água doce e fixação de carbono e emissões evitadas. Todas essas iniciativas devem promover a educação am-biental e a conservação dos recursos naturais.

Bras5
Coordenador do Projeto Tamar, Guy Marcovaldi, foi homenageado pela Petrobras

O que é e seleção dos projetos
# Desde que foi criado em 2003, o Petrobras Ambiental já patrocinou centenas de projetos, tendo alcançado dezenas de bacias e ecossistemas em cinco biomas brasileiros: Amazônia, Mata Atlântica, Caatinga, Cerrado e Pantanal.

# O PPA inclui também os projetos de biodiversidade marinha, que são referenciais nacionais e têm projeção internacional. Projetos como o Baleia Jubarte e Tamar integram o Planejamento Estratégico Integrado, que é em  parceria entre a Petrobras e o Ministério do Meio Ambiente.

# Em 2008, o Programa aumentou seu foco direto  e incluiu as questões referentes à fixação de carbono e emissões evitadas, tomando como ponto de partida a recuperação de áreas degradadas e conservação florestas e áreas naturais.

# Conforme exigência do regimento de seleção, todos os projetos passaram por triagem administrativa, técnica, comissão de seleção e Conselho Deliberativo. Participaram dessas comissões profissionais da Petrobras, técnicos e especialistas externos, representantes do Governo, do Terceiro Setor, da Universidade e da imprensa.

Na área ambiental, o Acre teve um projeto beneficiado
“Construção Participativa e Sustentabilidade”
Com o projeto “Construção Participativa e Sustentabilidade”, a Cooperativa de Trabalho do Acre  – Cootac – foi a única instituição do Acre contemplada com um projeto ambiental, cujo objetivo é reduzir processos de degradação de nascentes e matas ciliares alteradas pela ação antrópica, com vistas à conservação e recuperação dos cursos d’água, da bacia hidrográfica do Riozinho do Rôla.

O projeto tem abrangência nos municípios de Brasiléia, Xapuri, Sena Madureira e Rio Branco e vai atender diretamente 432 pessoas e indiretamente 2.160 pessoas com perfil da população de extrativistas, ribeirinhos e colonos.

Bras6
Presidente da Cootac, Lúcia Hall, e a coordenadora, Nazaré Macêdo, comemoraram aprovação do projeto