Apesar das vitórias, clima pesou no Galo

Dispensas, pedidos de dispensa, retorno. De tudo um pouco no Galo. Duas vitórias consecutivas, a 3ª colocação na tabela do Campeonato Estadual Acreano de Futebol deveriam ser suficientes para dar tranquilidade para qualquer equipe disputando competição. Mas não é assim no Atlético Acreano, onde houve um pouco de tudo durante o início de semana no campo do Adauto Frota.

A semana começou trazendo uma situação complicada da última semana. O preparador de goleiros Tidal e o seu filho, Tidalzinho, um estaria saindo e o último sendo dispensado por “excesso de goleiros” no plantel do Galo. Pelo menos essa foi a informação oficial repassada pela diretoria.

Após isso, o gerente de futebol, Gilmar Sales, e o auxiliar Dody, saíram da diretoria. Acabou que por motivos que não chegaram a ser divulgados, o preparador físico Arnaldo Moreira pediu dispensa da comissão técnica. Após uma conversa entre o técnico Artur Oliveira, os jogadores, acabaram convencendo Arnaldo a mudar de idéia e permanecer no grupo.

Depois foi a vez do próprio preparador de goleiro, Tidal, retornar ao grupo. O diretor de futebol, Otton Sales, se adiantou em afirmar que a possível saída de Tidal não seria motivada pela dispensa do seu filho. “Temos uma meta, isso ficou para trás e agora o importante é manter o foco”, afirmou Otton.

Outro que acabou se beneficiando com tudo isso foi o volante Renato, retornando ao elenco. Com o pedido de dispensa de Willian, atualmente treinando no Rio Branco FC, o volante Renato acabou ganhando seu espaço no Galo.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation