Correios: último dia para 9.190 vagas. 2º e 3º graus

A taxa é de R$32. O prazo de inscrições vai somente até  5 de abril, no site do Cespe/UnB, organizador, e nos postos.

Os Correios divulgaram, finalmente, o novo edital do concurso público para agente de correios, de nível médio (antigo 2º grau), nas atividades de atendente comercial, carteiro e operador de triagem e transbordo. São 8.346 vagas no total, mais cadastro, válido por um ano, prazo que pode ser prorrogado por mais um ano.

A taxa é de R$32. O prazo de inscrições vai somente até hoje, no site do Cespe/UnB, organizador, e nos postos.

Após a inscrição, os candidatos devem imprimir o boleto bancário, para o pagamento da taxa, até 13 de abril. Os pedidos de isenção do pagamento poderão ser feitos durante todo o período de inscrição, por integrantes do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) com renda familiar mensal de até três vezes o salário mínimo nacional (valor correspondente a R$1.620) ou renda familiar mensal de até meio salário mínimo nacional por pessoa (R$270).

A remuneração chega a R$1.558,29, já que além do salário-base de R$807,29, há o vale-alimentação/refeição, que varia de R$659 a R$751, dependendo da carga de trabalho semanal.

As provas objetivas terão 60 questões, sendo 20 de Língua Portuguesa, 20 de Matemática e 20 de Informática. Para atendente comercial e operador, o exame deve ocorrer no dia 15 de maio, pela manhã. Já os concorrentes a carteiro deverão ser avaliados no mesmo dia, à tarde. Os exames terão duração de três horas e meia. Haverá também avaliação de capacidade física laboral, para as atividades de carteiro e operador, de responsabilidade dos próprios Correios.

Níveis médio/técnico e superior: mais 844 vagas

Os Correios divulgaram também o edital do concurso com oferta de 844 vagas imediatas mais cadastro em cargos dos níveis médio/técnico e superior. As inscrições podeM ser feitas até o dia 5 de abril. O atendimento é feito pelo site do Cespe/UnB, organizador, e nos postos de atendimento.

A remuneração para o nível superior é de R$3.870,58, sendo R$3.211,58 de vencimento-base e R$659 de vale-alimentação. Para o nível médio/técnico, os ganhos são de R$1.662,57 para técnico em Segurança do Trabalho e de R$2.153,46 para analista de Segurança do Trabalho, incluindo R$659 de vale-alimentação. As admissões dos funcionários é feita pelo regime celetista. Além do salário, há gratificações específicas, de acordo com a função.

Após a inscrição, os candidatos devem imprimir o boleto para o pagamento da taxa, até 13 de abril. Os pedidos de isenção do pagamento poderão ser feitos, durante todo o período de inscrição, pelos participantes no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com renda familiar mensal de até três vezes o salário mínimo nacional (valor correspondente a R$1.620) ou renda familiar mensal de até meio salário mínimo nacional por pessoa (R$270).

Os exames devem ser aplicados no dia 15 de maio. Serão cobradas 120 questões, sendo 50 de Conhecimentos Básicos e 70 de Conhecimentos Específicos.

Devolução da taxa do concurso cancelado vai até 11 de abril

Os participantes do concurso dos Correios que foi cancelado deve comparecer a uma das agências próprias para retirar o valor da taxa de inscrição, até 11 de abril. As unidades funcionam de 9h às 17h, nos dias úteis, mas algumas têm horários diferenciados.

Para esclarecer eventuais dúvidas, os participantes podem entrar em contato com a Central de Atendimento dos Correios, pelo telefone.

Serviço

Central de Atendimento dos Correios: 3003-0100 (para capitais e regiões metropolitanas) e 0800 725 7282 (para as demais localidades).

Assuntos desta notícia


Join the Conversation