Polícias Militar e Civil fazem balanço trimestral dos índices de criminalidade

Uma comissão formada por integrantes da Polícia Militar, Polícia Civil e Secretaria de Segurança Pública do Estado reuniu-se durante toda semana para discutir o balanço das ações de segurança pública que são executadas desde o ano passado.

A agenda faz parte das estratégias adotadas pela Secretaria de Segurança Pública para redução da criminalidade do Estado. Essa ação busca através da integração das forças públicas e da análise criminal de dados, definir estratégias conjuntas de ações operacionais e investigativas para diminuição da violência.

A PM e a Polícia Civil trabalham com um conjunto de metas a serem cumpridas. De acordo com a tenente coronel Lúcia, comandante do 1º Batalhão que é responsável pela área central da cidade, as metas estão sendo atingidas e os índices de criminalidade ficaram muito abaixo com relação ao 1º trimestre do ano anterior. Nos meses de janeiro a março de 2010 tivemos 6 homicídios, já no mesmo período de 2011, não registramos nenhuma morte na área da 1ª Regional.

A Redução ocorre de forma universal
A diminuição dos índices repete-se em todas as regionais. Outro exemplo considerável ocorreu na área do segundo distrito da capital que é policiada pelo 2º batalhão. Segundo dados apresentados pelo comandante major Kinpara, houve uma queda de 31% no cômputo geral de ocorrências, o que reflete a ação efetiva do policiamento preventivo desenvolvido na região. Também foi verificada uma redução de 31% nos roubos em via pública, que era um dos principais problemas enfrentados pela população.

Nos demais batalhões a redução ocorreu de forma equilibrada com alguns destaques ocorridos na redução do número de homicídios. É o caso do 4º batalhão, localizado no Conjunto Universitário, que teve uma redução de 33% no número de mortes violentas. (Assessoria)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation