Polícia prende acusado de fornecer arma para assassinar “Pinté”

Uma ação conjunta envolvendo agentes da Polícia Civil do Acre liderada pelo delegado Karlesso Néspoli responsável pela Delegacia Especializada em Combate ao Crime Organizado (Decco), dois investigadores e um oficial de diligências do Ministério Público Estadual (MPE) prenderam em Buritis (RO), José Antonio da Silva (37), o Zezão, natural de Araputanga (MT).
Caso_pinte
Segundo consta no inquérito, Zezão teria fornecido a arma utilizada na execução do presidente da Câmara Municipal de Acrelândia, Pinté, morto no portão de sua residência, no dia 1º de Maio de 2010.

A captura do foragido contou com apoio de policiais do Serviço de Investigações e Capturas (Sevic) da Polícia Civil da cidade de Buritis.

Segundo os agentes, o acusado estava residindo em uma propriedade rural a 50 quilômetros da sede do município, onde se passava por colono e usava o nome de Hélio Antonio da Silva.

Farias ressaltou que Zezão era o único envolvido no crime complexo, que ainda não tinha sido detido. “A polícia em nenhum momento parou de procurar o acusado, foram necessários 11 meses para alcançarmos”, explicou o secretário da Polícia Civil Emylson Farias.

O secretario de segurança destacou ainda, que a missão da instituição foi cumprida com êxito. “Ele concorreu para uma brutalidade que chocou a população de Acrelândia e Polícia Civil o apresentará a Justiça, para as providências legais”. (Assessoria da Polícia Civil)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation