Presidiário perde benefício de liberdade condicional após espancar os próprios pais

O mandado de prisão contra o presidiário Francisco das Chagas Celestino de Souza, 30 anos, o ‘Neguinho’, acabou com seu regime de condicional. A ordem foi expedida pela Central de Execução de Penas Alternativas (Cepal).

De acordo com informações, Francisco das Chagas cumpria pena no presídio estadual pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. Ele foi beneficiado com liberdade condicional: quando o condenado faz acordo com a Justiça e deixa o presídio. Mas durante o período condicional, o detento é obrigado a cumprir várias restrições, que vão desde trabalhar até não permanecer fora de casa no período noturno e nem freqüentar locais públicos, como festas e bares.

Segundo informações, Neguinho deixou de cumprir o acordo com a polícia. Ele ainda teria agredido o próprio pai a golpes de ripa de cerca e a mãe com uma panela de pressão.

Um Boletim de Ocorrência (BO) relatando as agressões supostamente cometidas por Francisco das Chagas contra os pais foi registrado na delegacia. Ele foi preso no bairro por policiais do Grupo Especial de Capturas da Polícia Civil (Gecapc) e encaminhado ao presídio.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation