The best

Pelo menos,  no gosto do público, a comitiva Bota Furada tinha a melhor carreta na abertura da feira. Alguns problemas de ordem técnica tiraram o título da moçada. Uma pena!

Eletrônica
A moçada vai adorar!
O festival de música eletrônica Ultra Music, um dos mais importantes do mundo, será realizado no Anhembi, em SP, no dia 3 de dezembro. O evento terá três palcos e contará com 25 atrações internacionais e nacionais, em 14 horas de duração. O Ultra Music deve entrar para o calendário da cidade. A idéia é que durante a semana do festival aconteça uma série de baladas eletrônicas em SP.

Pela beleza
Acredite. Mais de 8 mil brasileiros se submeteram a gluteoplastia ano passado. Vem a ser o implante de silicone no bumbum. Segundo a fabricante de próteses Silimed, em relação ao ano anterior, o aumento foi de 17%.
Há uma tendência de procura na terceira idade. Algumas mulheres que buscam um bumbum empinado têm mais de 70 anos.

00AAADI10
Anderson e Marcos Teixeira na Comitiva Bota Furada da Expoacre 2011.

Tributo
A loja de chocolates Sweet Brazil pegou carona na morte de Amy Winehouse. Divulgou que, “atendendo aos pedidos dos fãs”, relançou um ovo de Páscoa com microfone, salto alto e penteado inspirados na cantora, a R$ 89.

Feijoada
Diretoria do Via Verde Park Shoping convidando pra feijoada que promovem dia 6 de agosto para apresentar a imprensa as obras finais do shopping que deverá ser inaugurado no mês de setembro.

Japonesa
Empresários Emi e Luiz Yoshiga, Carlos Frederico e Juracy Batista de Oliveira inauguram amanhã o Oyshii, restaurante japonês ao lado do Bahamas na Rua Isaura Parente. Deve ser o nvo point da moçada jovem.

O Show
A geração country está ouriçada.
Logo mais a noite na arena de shows da Expoacre tem a  apresentação da dupla sertaneja Jorge e Mateus um dos melhores shows que já passaram por aqui. As fotos na próxima coluna.

00AAADI11
Jorge e Mateus é a grande atração de hoje na Expoacre  mais uma produção da Pop Show Eventos.

00AAADI125555
Os amigos  Nazaré e Alberto Merched com os netos  no belo apartamento de Brasília.

00AAADI136565822
Elianhe Sinhasique, Risomar Araújo, Inês de Oliveira, Edilene Theodoro, Breno e Tânia na festa de abertura da Expoacre 2011.

00AAADI18
Concorridíssimo o aniversário da desembargadora Izaura Maia. Registramos: Lula, Víctor, Alzira, Aurélia, Felipe, Maria, Airton, Fran e Fernanda Maia.

Correio Eletrônico

Caro amigo Luís Theodoro,

Cumprimentando-o pelo
 que tens trabalhado na
 área de entretenimento social e de informação, venho solicitar que através de sua coluna jornalística na qual somos leitor assíduo, publique a minha insatisfação ao que vem ocorrendo em um dos pontos turístico mais importante da nossa cidade, conforme relato abaixo.

O Acre segue com estigma de Estado pobre e não sabemos até quando isso irá perdurar com os absurdos assolados as desigualdades sociais e econômicas. Como se não bastasse, as classes menos favorecidas buscam numa forma desordenada colher os frutos necessários ao seu sustento e de seus familiares.

A construção do Calçadão da Gameleira, donde, pontifica um marco histórico do Acre como o monumento da bandeira acreana até então considerado ponto turístico da nossa Capital, desaponta os frequentadores com o que vem ocorrendo em toda a sua extensão. O desequilíbrio ocupacional demonstra insatisfação pelo modo de como é usado desencorajando a frequentar, justamente, aqueles que moram paralelamente e aos que visitam com o único fim: de vislumbrar com mero objetivo cultural e histórico.

Ora, naquele ponto da cidade foi erguida a primeira rua comercial da nossa cidade. A predominância dos árabes no comércio naquela região deixou um legado muito importante, haja vista o tombamento de toda a extensão dos casarões próximos ao monumento da bandeira.

Portanto, venho explicitar o meu repúdio e a minha imensa insatisfação no que atualmente ocorre naquele calçadão, que a seguir passo a relatar: beneficia exclusivamente a quadrilhas de tráfico de drogas, donde, fica meado a bandeira com limite impostos a eles, não muito menos, o consumo de bebidas alcoólicas a vista de todos transeuntes, sem contar com os inúmeros carrinhos de vendas de alimentos variados como: churrasquinhos, salgados, pipocas, bebidas em geral, sem o devido controle da vigilância sanitária; camelôs, hippies que vendem tatuagens enganosas e muitas outras formas de vendas. Ainda, as casas de entretenimento noturno que os menores frequentam aos domingos com único objetivo de consumir bebidas alcoólicas e drogas.

Para presenciar esta situação, basta ficar por alguns minutos a qualquer dia naquela imediação para comprovar o fato.

Diante de tudo caro amigo, venho pedir socorro para que diante de sua coluna jornalística inflame os meios adequados à Administração Pública com “Poder de Polícia” a fim de coibir veemente aos absurdos ali cometidos e extirpar as mazelas existentes e, sobretudo, colocar o que ora fora destinado aquele lugar público, ou seja, um ponto de visitação cultural e histórico na nossa cidade.

Um grande abraço,
Bel. Moisés Bady Casseb
Morador da Rua Cunha Matos.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation