Política local 16/07/2011

“Ninguém pode esperar que, o urubu traga alguma notícia boa”.

(Ditado americano)

Pré-candidato
Quem estava apostando no recuo do deputado federal Sibá Machado (PT) na disputa da PMRB em 2012, se enganou: se apresenta em todas as entrevistas como “pré-candidato a prefeito”.

Status
O ex-deputado federal Fernando Melo participou esta semana de uma reunião da cúpula do PMDB, com o status de candidato a prefeito de Rio Branco, falando grosso e cantando de galo.

Conflito resolvido
Muita gente fez firula, mas quem resolveu a questão entre estudantes brasileiros e autoridades bolivianas foi o senador Petecão (PMN): acabou a exigência de morar em Cobija.

Sem perder a ternura
Foi boa a atuação do noviço deputado Geraldo Pereira (PT), na liderança do partido na Aleac. Não foi histérico na defesa do governo, mas foi incisivo, duro, sem perder jamais a ternura.

Candidatura mantida
O deputado federal Gladson Cameli (PP) tem dito a políticos em Brasília que não abre mão de ver o PP crescer e por este motivo não recua do partido ter candidato próprio à PMRB.

Cumprindo promessa
O prefeito de Cruzeiro do Sul, Wagner Sales (PMDB), com recursos próprios, tem dado aula de como administrar bem em tempo de crise e já cumpre a sua promessa de asfaltar a cidade.

Opiniões diversas
Não moro em Cruzeiro do Sul, mas converso com os que lhe apóiam, com deputados do Juruá da FPA, gente do PT, e de todos sempre ouço, que, dificilmente, não se reelegerá em 2012.

Merece uma prensa
O governo, acionista da empresa, deveria intervir para as demissões serem revistas.

Primeiro embate
A eleição municipal será o primeiro round, uma prévia da disputa que Márcio Bittar (PSDB) e Sérgio Petecão (PMN) travarão em 2014 pelo governo estadual, como candidatos da oposição.

Candidatos diversos
Sérgio Petecão (PSD) apoiará o ex-petista Fernando Melo, que será candidato do PMDB à PMRB, e Tião Bocalom (PSDB), a ser apoiado por Márcio Bittar (PSDB).

Festa no interior
O governador Tião Viana aos poucos vai fechando o pacote de obras de pavimentação das ruas dos municípios do interior, contrariando expectativas de ser este um programa a nascer falido.

Muito planejado
É um projeto bem planejado e no qual o governo está jogando todas as suas fichas no sucesso.

X da questão
Como oposição, o deputado Chagas Romão (PMDB) está certo em denunciar a falta de anestesista em Feijó. Fui checar o motivo: mesmo com 15 mil reais, ninguém quer ir.

Subir o salário
O deputado Eduardo Fa-rias (PCdoB) diz que o governo estuda um meio de subir o salário mensal para 20 mil reais. Tem que aumentar! As mulheres de Feijó têm ido parir em Tarauacá.

Belo artigo
Falando nisso, belo o artigo do médico Thor Dantas, é um acinte a tese de contratar médicos formados na Bolívia, sem CRM, porque é melhor ter um mau médico que médico algum.

Vai trabalhar!
O anão do Petecão, o “Montana Jack”, quer formar a “Associação dos Pequenos Guerreiros”, para proteger os anões. Vai arrumar uma lavagem de roupa, Montana!

Alguém explica?
Um seringueiro do Vale do Acre, que mora na floresta, onde se leva horas num varadouro para chegar à sua colocação, não podendo queimar para plantar a roça, ele vai comer o que?

Nem que a vaca tussa!
Como é que o poder público vai chegar com um trator para arar a área, aonde somente se chega, seja no verão ou no inverno, em lombo de burro, é uma tremenda incoerência.

Fato em discussão
Este é um fato que deve gerar uma discussão urgente para não criar um problema sério.

Fome no campo
A decisão do MPF de permitir a queima de apenas um hectare no Vale do Juruá e nem um metro no Vale do Acre deveria ser repensado porque vai levar a fome ao campo e causar revolta sem par entre os agricultores. Um hectare plantado, em condições rudimentares, rende pouco. Não sustenta uma família. E não poder queimar nada, pior ainda. É fome certa!

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation