Política nacional 23/07/2011

“Eu acho que não precisava (tanta demissão)”.

Hideraldo Caron, ex-diretor do DNIT, na porta do Palácio do Planalto, após sua demissão.

Negromonte e Lupi na mira do Palácio
Apresidenta Dilma Rousseff não descarta uma minirreforma ministerial antes de dezembro. E dois ministros estão na mira da chefe: o do Trabalho, Carlos Lupi (PDT), e o das Cidades, Mário Negromonte (PP). Não só por conta do desgaste nas pastas, mas também pelo descontrole deles sobre os líderes do PDT e PP na Câmara, Paulinho da Força e Nelson Meurer, que não economizam críticas ao governo pela imprensa.

Gritaria no gramado
O Palácio não engole Paulinho com o movimento da Força Sindical pela PEC das 40 horas, e pela PEC 300, a do salário padrão dos policiais.

Te cuida
Lupi e Negromonte já foram avisados para segurarem suas bancadas ou haverá retaliação. Por enquanto, eles se fazem de surdos.

Metralhadora giratória
Dilma ficou abalada com a demissão de Erenice Guerra por Lula. E decidiu que pau que dá em Erenice, dá em Palocci e outros.

Leilão
Após deixar o PSDB, o ex-deputado Gustavo Fruet (PR) é assediado por PR, PSC, PV e PDT. Os dois últimos oferecem o controle do diretório.

Líder do PR “negociou” igreja de jogador
O líder do PR na Câmara, o deputado e pastor Lincoln Portela (MG), ajudou a Igreja Batista Solidária, da qual faz parte, a comprar o templo da Igreja Pentecostal Vida com Deus, do ex-jogador da Seleção Müller, em Belo Horizonte. O negócio fechado há dois meses passou de R$ 1 milhão. Portela atuou como consultor. O templo fundado pelo ex-jogador estava abandonado há cinco anos. Müller ainda conta os prejuízos.

Eike x Artur
Dono dos grandes contratos terceirizados no Rio, Arthur Soares, morador de Miami e conhecido financiador, perde espaço no governo do estado.

Pergunta na sacristia
Lula está pedindo que esqueçam o que ele escreveu, dizendo agora que “é bobagem” o que a Bíblia fala sobre o reino dos céus para os pobres?

Você já sabia
A notícia da “agilização” da Anac na concessão de licença para pilotos, arriscando a segurança dos vôos, foi antecipada nesta coluna, dia 8.

Essa Jurema…
A Construtora Jurema, dos irmãos do deputado Marcelo Castro (PMDB-PI) e clientes vips do DNIT no estado, também faturou mais R$ 4 milhões do Departamento de Estradas e Rodagem do Piauí, administrado por Severo Eulálio, que é… irmão do deputado estadual Kleber Eulálio.

The check is on…
A Uninorte, em Manaus, aumentou a mensalidade do curso de Comunicação sem explicações, de R$ 532 para R$ 569. Controlada por um grupo americano, tem em seu conselho o ex-presidente Bill Clinton.

Silêncio na arquibancada
O PCdoB, histórico defensor da meia entrada para estudantes e hoje na organização da Copa, lavou as mãos. A FIFA proibiu o desconto em qualquer ingresso para os jogos. Os comunistas se calaram.

Compasso de compadres
Arquiteto da Infraero para reforma do Aeroporto JK, Clerton Assunção foi convocado pelo superintendente da estatal André Barros para reformar a casa da família em Brasília. Diz que foi um contrato particular. Tá bom.

Bambu x Marmita
O prefeito de Mariana (MG), Geraldo Sales (PDT), o “Bambu”, que perdeu o mandato e o reconquistou por força da Justiça no mesmo dia, perdeu também a compostura. Na terça, desferiu um soco num Guarda Municipal, Allisson Santos, o “Marmita”, porque ele criticou sua gestão.

Contramão
O aspone top-top Marco Aurélio Garcia e o chanceler Antônio Patriota reafirmaram ao governo sírio a confiança do Brasil nas “reformas” do ditador Assad, que prende, tortura e mata opositores há meses.

Mega
Acabaram os “problemas operacionais” noticiados na coluna, dia 7, que ameaçavam a inauguração de seu Glória Palace para a Copa no Rio:  Eike Batista ganhou empréstimo de R$146,5 milhões do BNDES.

Ronda do mal
A Noruega pagou ontem o preço da liderança em tecnologia, qualidade de vida e bem-estar social, atacada pela horda de fanáticos que treinam crianças e mulheres para se explodirem nas ruas em nome de seu Deus.

Pensando bem…
…Lula agora também é “consultor para assuntos divinos”.

PODER SEM PUDOR
Olho no lance
A presidenta Dilma Rousseff ciceroneava os convidados da base aliada em coquetel no Palácio do Planalto, há duas semanas, quando a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, a interrompeu:
– Presidenta, temos que terminar o encontro.
– Mas quem tem que ter pressa aqui sou eu – rebateu a chefe.
– É que tem jogo do Brasil, e eles querem assistir…
– Ah, então vamos tirar a foto logo – concluiu a presidenta, que não perde um jogo da seleção brasileira.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation