Política nacional 28/07/2011

“Jobim deve se achar a última bolacha do pacotinho”.

Deputado André Vargas (PT-PR), sobre o ministro da Defesa ter declarado voto em José Serra.

Crise Jobim-Dilma começou no Rio
Orompimento de Nelson Jobim (Defesa) com a presidenta Dilma Rousseff se deu veladamente numa reunião a portas fechadas no Rio, em janeiro. Ele anunciou o Exército no controle das ações na região serrana, atingida pelas chuvas. Mas foi desautorizado na frente do governador Sérgio Cabral. Dilma o interrompeu e deu aval para o vice, Luiz Pezão, comandar o socorro. Jobim também se indispôs com o ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) sobre o Plano de Fronteiras.

É guerra
Jobim não quer a participação da PF e do Ministério da Justiça no Plano de Fronteiras. Para ele, é responsabilidade do Exército. Perdeu de novo.

Biquinho
O ministro da Defesa força a sua saída do governo, como adiantou essa coluna. Seu sonho é ser opção do PMDB à Presidência algum dia.

Tô nem aí
 A revelação de Jobim à Folha de S.Paulo de que votou no tucano José Serra, na eleição presidencial, piorou sua relação com o próprio PMDB.

A jato
Jobim só pensa na compra dos caças da FAB. Foi ele o artífice de passeio de congressistas em Paris, pagos pela Dassault, em junho.

14 hotéis
O Governo do Distrito Federal lançará edital para venda de lotes numa grande área ao lado do futuro Estádio Nacional, como prolongamento do Setor Hoteleiro Norte. Estão reservados terrenos para mais 14 hotéis. Grandes redes procuraram o secretário de Turismo, Luiz Otávio Neto, e demonstraram interesse na compra. A Justiça engavetou ontem ação do IPHAN e do Ministério Público contra o novo loteamento.

Olho no lance
De olho nas obras bilionárias do Maracanã, o MPF e o IPHAN promovem audiência pública hoje no Centro do Rio para evitar gol contra do estado.

Taxa taxiando
A casa de câmbio Confidence orientou funcionários a colocarem na conta do BC, e não da Infraero, a tarifa de R$10 que cobra no Aeroporto JK.

Rico sem diploma
Ex-presidente do Conselho Federal de Enfermagem, Gilberto Linhares, preso em Bangu por desvio de R$ 50 milhões, teve o registro cassado.

Copa: Brasília tem chance
 A FIFA informou à CBF que acompanha com interesse a prioridade do governo do Distrito Federal para a Copa. O estádio, com obra avançada, é o único considerado arena multiuso, e atende aos requisitos para a abertura do evento. A mobilidade urbana é a melhor do país.

É só treinamento
A deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC) quer promover simulação inédita no Congresso Nacional de evacuação em caso de emergência. Se a polícia participar, muita gente vai correr de verdade.

Lambendo selo
Além do superintendente-executivo, que fica até terça (2), quatro servidores dos Correios estão no Japão, com tudo pago até sexta (5), para a Exposição Filatélica Mundial Philanippon, em Yokohama.

Voto consignado
O MP Eleitoral do Rio quer cassar o deputado Fábio da Silva (PMDB) por distribuir 83 mil “Votocards” – propaganda igual a cartão de crédito. Os capos Jorge Picciani e Eduardo Cunha foram excluídos da denúncia.

Meu garoto
O senador Aécio Neves (PSDB-MG) disse em entrevista à Rádio Itatiaia que o DNIT é foco de corrupção. Esqueceu que o secretário de Gestão Metropolitana do governo Anastasia, Alexandre Silveira, ex-PPS, foi diretor do DNIT em Minas, e depois diretor-geral no governo Lula.

Furo no casco
Seis meses após anunciar as obras de dragagem no Porto de Itajaí (SC), a empresa belga Jan De Nul, vencedora da licitação, desistiu do projeto por “problemas técnicos”. A obra de R$ 55 milhões faz parte do PAC.

Desconectados
Se pode atrapalhar, por que ajudar? Em vez de congestionar o 135 ou obrigar idosos a ter internet, por que a Previdência não publica nos jornais a lista dos aposentados com direito a atrasados?

Rebeldes sem causa
Com o ponto eletrônico instalado, consultores legislativos do Senado que fazem bico, nem aparecem no Congresso e exageram nas “horas-extras”, perdem até R$ 12 mil por mês. Eles preparam uma rebelião.

Pensando bem…
… a ficha de Dilma ainda não caiu exigindo “ficha limpa” nos Transportes.

PODER SEM PUDOR
Sabor de vingança
Certa vez, no escurinho da última fila do plenário, o então deputado Pedro Henry (PP-MT) se lamentava com Virgílio Guimarães (PT-MG), cuja candidatura à Presidência da Câmara foi derrotada pelo Palácio do Planalto:
– Estou assustado. As pes-soas estão irritadas com a gente, agressivas..
A reação de Virgílio deixou Pedro Henry ainda mais preocupado:
– Pois eu, qualquer dia, vou ser carregado nos braços. Estou gostando do clima das ruas …

 

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation