Tudo a ver

O encontro promovido ontem pelo Governo com centenas de produtores rurais para discutir o projeto de piscicultura indica um caminho viável e rentável a seguir na economia do Estado. Por vários aspectos.

Um deles o de oferecer aos pequenos e médios produtores uma alternativa concreta e viável para superar a agricultura de subsistência ou mesmo das “coivaras”, já que a criação de peixes, feita com a devida orientação técnica, tem mercado garantido e tem tudo a ver com a Amazônia, inclusive do ponto de vista ambiental.

Quando se pede e até se proíbe de os produtores rurais derrubarem e queimarem a floresta, é preciso que lhes ofereçam alternativas e meios para não só sobreviverem, mas aumentar sua renda e viverem com mais dignidade. A piscicultura, no caso, é uma boa opção. Assim, como a exploração de produtos florestais, como a madeira, as resinas, desde que feitas através das técnicas do manejo e de outros cuidados ambientais.

Louve-se e valorize-se tudo o que se fez neste Estado em matéria de preservação ambiental. Porém, chegou a hora de produzir para superar seus graves problemas sociais.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation