BMG assina contrato com times acreanos

A diretoria do Banco BMG esteve no Acre para assinar contrato de um ano de duração com os clubes acreanos em competições nacionais – série C e D do Campeonato Brasileiro de Futebol -, no caso o Rio Branco FC e o Plácido de Castro FC, respectivamente. Durante a assinatura, a diretoria do banco prometeu jogadores de grandes clubes brasileiros para reforçar as duas equipes acreanas.
28072011-bmg
Parceiro com outros 29 clubes brasileiros, além do Rio Branco FC e o Plácido de Castro FC, o Vice-Presidente Executivo da BMG, Márcio Alaor de Aráujo, afirmou que o contrato com ambos vai além do apoio financeiro – que não chegou a ser revelado, mas especula-se que gire em torno de R$ 500 mil para ambos – , o que ocorre em outros clubes. “Fizemos isso com outros clubes – citando o exemplo do Arapiraca/AL – , pois a ideia é fortalecer nossos parceiros a alcançar seus objetivos”, referindo-se a trazer jogadores para o plantel.

Sobre trazer jogadores de clubes como Flamengo/RJ, Fluminense/RJ, Corinthians/SP e outros, Márcio Alaor explicou que o “bom relacionamento com essas equipes facilitam a trazer jogadores que o Rio Branco e Plácido sentirem necessário”. “Eles só tem que definir quais jogadores – posições – são carentes para mandar para cá”, disse, afirmando que normalmente em uma semana pode ocorrer a transferência.

Junto com o Vice-Presidente Executivo, o BMG era representado pelo Diretor Executivo (Nélio Brant Magalhães), o Gerente Comercial (Fábio de Oliveira Sarmento), e o Gerente de Recursos Humanos (Maurício Rodrigues Lima). Após a assinatura, a diretoria do BMG embarcou para Porto Velho/RO.

Natal Xavier, presidente do Rio Branco, disse que precisa estudar com a comissão técnica para avaliar o quão positivo pode ser. “Não podemos trazer um jogador que vai custar o valor de um ano de parceria”, avaliou. O contrato tem duração de um ano e pode ser renovado por mais um ano. “Isso depende de vários fatores”, afirma.

Conexão – O senador Anibal Diniz, um dos responsáveis pela “conexão” para que o contrato acontecesse, lembrou que desde 2006, na inauguração do Arena da Floresta, que o Governo do Estado banca o futebol profissional sozinho. “Pela primeira vez teremos um aporte da iniciativa privada nas séries C e D, não apenas no apoio dos clubes, mas com ‘Carros-Macas’ (nos estádios Arena da Floresta, Florestão e Juruá), o que vem ser apenas o começo”, pondera.

Agradecimento – Natal Xavier, presidente do Rio Branco, lembrou que Anibal Diniz ajuda no que é possível bem antes de ser Senador. “Não deu para a gente se programar para essa parceria, pois já tínhamos formado elenco, mas um sonho meu, o apoio forte da iniciativa privada, hoje foi concretizado”, disse.

Prefeito de Plácido de Castro e um dos principais incentivadores do Tigre do Abuña, afirmou que o Plácido “vai fazer de tudo para fortalecer essa parceria, apesar de ser time pequeno e novo, vai demonstrar muita determinação para chegar aonde quer: as principais categorias do futebol brasileiro”.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation