Governo fará Saúde Itinerante para cuidar dos olhos dos internos do Souza Araújo

O governador Tião Viana visitou no fim da tarde de quarta-feira, 20, os internos do Hospital Souza Araújo, localizado na rodovia BR-364. Acompanhado da secretária de Saúde, Suely Melo, Tião anunciou a realização de uma edição especial do programa Saúde Itinerante naquela unidade para tratar da visão dos internos do local.
Tiao-visita
No Souza Araújo vivem 46 pessoas portadores de hansenía-se. Os médicos do Saúde Itinerante deverão proceder às consultas e exames no local e encaminharão aqueles que precisam de tratamento mais avançado para o Hospital de Clínicas da cidade, onde está sendo realizado um mutirão de cirurgias oftalmológicas.

“Tudo será feito para que eles não precisem sair daqui. Mas se for preciso fazer alguma cirurgia, nós providenciaremos o transporte e acompanhamento para garantir maior comodidade a esses nossos amigos do Souza Araújo”, disse o governador. A maioria dos internos do Souza Araújo é composta de pessoas idosas. Grande parte delas tem algum problema de visão. O mutirão de cirurgia está resolvendo justamente os problemas que atacam com maior frequência os idosos, como a catarata e o pterígio ocular, mais conhecido como “carne crescida”. “A cirurgia é rápida e devolve a visão a quem há muito não enxergava direito”, afirmou a secretária Suely Melo.

Gregório Prado da Silva, 76, já fez a cirurgia e voltou a enxergar com mais clareza. Ele é um dos internos do Souza Araú-jo e foi atendido no mutirão, levado por familiares. Ele contou que já não enxergava mais no olho esquerdo e estava perdendo a visão no olho direito. “Eu pensava que já estava cego, mas agora estou vendo tudo como antes”, afirmou.

Durante a visita, Tião Viana conversou com a direção do hospital e tomou conhecimento das necessidades do local. Da Irmã Esperança Raquel, ele soube da necessidade de uma reforma para garantir maior conforto aos internos. Tião informou que já na próxima semana estará autorizando que uma equipe da Secretaria de Obras elabore projeto para a  imediata melhoria das instalações do hospital.

Tião Viana também reencontrou amigos, como Adelaide Apolônio da Silva. “Essa aqui é uma grande amiga de minha família. Ela foi colega de minha mãe”, disse. Adelaide é amazonense e tem 74 anos. Há 54 anos ela é paciente do Souza Araújo. O hospital é mantido pela Diocese de Rio Branco. Ele foi criado na década de 1940 no governo de Guiomard Santos.

O Souza Araújo passou por grandes dificuldades há pouco mais de uma década. A situação era tão crítica que sequer havia dinheiro para comida dos internos. A situação só melhorou a partir da chegada da Frente Popular ao governo. (Agência Acre)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation