IDM e Sepem capacitam profissionais de ‘Beleza’

Unir forças para promover a cidadania e a inclusão social, este é o objetivo do Governo do Estado ao promover cursos de qualificação profissional aliados a projetos direcionados à inclusão produtiva, tendo como fonte financiadora o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES).
IDM
Intitulado “Inclusão Sócio-Produtiva por meio do fortalecimento das Cadeias Produtivas Sustentáveis”, o projeto tem como finalidade promover a inclusão sócio-produtiva das famílias acreanas em situação de vulnerabilidade social, inseridas no Cadastro Único (CadÚnico), fomentando pequenos e mé-dios empreendimentos urbanos e rurais, e visando formar cidadãos integrados ao mundo do trabalho. Utilizando critérios relacionados com o nível de pobreza, o projeto priorizou os municípios de Assis Brasil, Cruzeiro do Sul, Feijó, Mâncio Lima, Manoel Urbano, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Rodrigues Alves, Rio Branco, Santa Rosa do Purus e Tarauacá com cursos de Corte, Escova e Colorimetria, Corte e Costura e Alimentação.

Ao todo, foram beneficiadas 150 pessoas. Na tarde de quinta-feira, 21, no Centro de Educação Profissional em Serviços Campos Pereira, em Rio Branco, mais uma etapa de formação foi cumprida, com o encerramento do curso de Corte, Escova e Colorimetria, com duração de 200 horas. Para a coordenadora geral do CEP Serviços, Glacimar Alves, a realização do curso foi um grande passo dado pelo Governo do Estado na vida das pessoas beneficiadas.

“Através do Instituto Dom Moacyr e da Secretaria de Pequenos Negócios (Sepen), estamos colocando no mercado profissionais qualificados e bem preparados. E o mais importante é que a formação não irá parar por aqui. Em breve, estaremos oferecendo cursos na área de empreendedorismo visando prepará-los para administrarem seu próprio negócio”, afirma.  (Assessoria IDM)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation