Omar Sabido de Paula é enterrado no Estado

Depois de ser velado na Assembléia Legislativa do Acre, o corpo de Omar Sabino de Paula foi levado em caminhão do Corpo de Bombeiros para o Cemitério Morada da Paz, onde foi sepultado na manhã de ontem. Ele morreu na última sexta, no Rio de Janeiro, com falência múltipla dos órgãos.

Segundo a família, era desejo do advogado aposentado, e ex-vice-governador do Acre nas gestões de Geraldo Mesquita e Jorge Kalume, ser sepultado no Estado. Omar Sabido fez parte da primeira turma do curso de Direito da Ufac, criada durante seu mandato de reitor. No velório, além da família e amigos, estiveram presentes o governador Tião Viana, ex-governador Binho Marques e parlamentares.

Como deputado estadual, Omar compôs o grupo de parlamentares que lutaram pela autonomia política e econômica do Estado. Aos 79 anos, trazia ainda no currículo de homem público os cargos de procurador-geral do Estado e secretário de Educação. O governador Tião Viana decretou luto de 3 dias pela morte de Sabino, que era presidente de honra do Partido Progressista (PP). Natural de Manoel Urbano, o advogado nomeia uma rua em Rio Branco, no bairro Estação Experimental, e uma escola de Tarauacá.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation