Petroleira russa TNK-BP será sócia da HRT na Amazônia

A TNK-BP, terceira maior petroleira da Rússia, assinou acordo para a compra da participação de 45 por cento da brasileira Petra em blocos de petróleo e gás na bacia do Solimões, na Amazônia, informou nesta segunda-feira a HRT, companhia que tem participação majoritária e é a operadora nos blocos.

O acordo, que havia sido antecipado pela Reuters na sexta-feira , abrange os 21 blocos que a HRT e a Petra exploravam em conjunto na bacia do Solimões. O valor da operação não foi revelado. A HRT possui 55 por cento dos blocos e a Petra controlava o restante. “O valor da transação dependerá do futuro desempenho dos ativos”, afirmou a HRT em nota.

Em maio, a HRT informou à Petra que pagaria um “preço fixo e não ajustável” de 1,29 bilhão de reais (796 milhões de dólares) por sua participação no Solimões, exercendo assim seu direito de compra, segundo um acordo de 2009 fechado entre as duas companhias.
Ao mesmo tempo, a HRT informou que iria negociar com a TNK-BP, que já havia feito uma oferta à Petra e foi recusada por ser considerada financeiramente insuficiente.

O Bradesco avaliou como positiva a nova parceria da HRT, ressaltando que a TNK-BP, além de uma grande participante do mercado –uma das 10 maiores produtoras independentes do mundo– tem experiência em produção e comercialização de óleo leve e gás natural. (Veja.com, com Reuters)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation