Rio Branco promove Conferência de Assistência Social

Rio Branco sedia, a partir desta terça-feira (19), às 8h30, a Conferência de Assistência Social da capital, que reúne representantes da sociedade civil, conselheiros, gestores e trabalhadores da área de todos os municípios do Acre, além da representante do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e do Conselho Nacional de Assistência Social (Cnas), Eutália Barbosa.

Na abertura do evento, haverá apresentação do tema da conferência: “Avançando na consolidação do Sistema Único de Assistência Social (Suas) com a valorização dos trabalhadores e a qualificação da gestão, dos serviços, programas, projetos e benefícios”. Os participantes também discutirão a centralidade do Suas na erradicação da extrema pobreza no Brasil.

A conferência municipal, que termina na quarta-feira (20), é um espaço para avaliação e propostas de diretrizes, além de discutir temas preparatórios para o evento de caráter nacional, que ocorrerá de 7 a 10 de dezembro, em Brasília. A pauta das discussões visa reconstruir a assistência social de acordo com as necessidades da população usuária do serviço.

Números – Rio Branco recebeu do MDS, até maio deste ano, R$ 78,8 milhões para a execução de programas sociais. O Bolsa Família é pago a 20.936 famílias da cidade. Recebem o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC) 3.169 idosos e 7.489 pessoas com deficiência.

A capital acreana possui sete Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e um Centro de Referência Especia-lizado de Assistência Social (Creas), que presta atendimento a vítimas de violência. Há, também, um Restaurante Popular. O Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) atende 1.866 meninos e meninas retirados da situação de trabalho precoce. (Ascom MDS)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation