Reconstituição do sumiço de garota é cancelada após discussão com advogados

O del. Rafael Pimentel, do Núcleo de Atendimento à Criança e ao Adolescente Vitima  (Nucria), cancelou a reconstituição do desaparecimento da estudante O. L. Na noite de sexta-feira, 29, o delegado havia mobilizado peritos do Departamento de Polícia Científica e policiais civis para juntos fazerem a reconstituição do desaparecimento da estudante O. L., 17 anos, que está desaparecida desde a noite do dia 23.
Policia31
O suspeito do desaparecimento é Jaisson Bezerra, que se encontra preso. Ele foi levado ao local onde a jovem sumiu, mas um desentendimento entre os advogados do suspeito e o del. Ra-fael Pimentel impossibilitou a realização da reconstituição.

De acordo com o del. Rafael Pimentel, os advogados do suspeito, Geraldo Zanotti e Ricardo Santos, queriam ficar ao lado do cliente orientado-o sobre o que responder. Entretanto, as reconstituições só devem ser feita com as partes envolvidas. No caso, o suspeito, os peritos e uma policial que faria o papel da adolescente desaparecida.

Diante da intransigência dos advogados, o delegado Rafael Pimentel cancelou a reconstituição e ameaçou denunciar os doutores à OAB. Os advogados alegaram que o cliente estaria sendo tratado como criminoso, e que isso estaria afetando seus direitos.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation