MP denuncia prefeito e o vice de Capixaba por crime eleitoral

A Procuradoria Regional Eleitoral no Acre (PRE/AC) denunciou Joais da Silva Santos e Diodato Mustafa de Andrade por crime eleitoral ocorrido durante a campanha eleitoral de 2008, quando ambos foram eleitos, respectivamente, prefeito e vice-prefeito do município de Capixaba, a cerca de 70 quilômetros de Rio Branco, Capital do Acre.
Josiaas
Segundo depoimentos colhidos no âmbito do inquérito policial que investigou o caso, Joais e Diodato distribuíram combustível com a exigência do voto dos eleitores beneficiados com a doação. Nos autos estão relacionados depoimentos pessoais de eleitores que receberam o combustível, tendo negociado diretamente com os então candidatos Joais e Diodato.

Também constam na denúncia, assinada pelo procurador regional eleitoral Paulo Henrique Ferreira Brito, depoimentos de eleitores que afirmam terem recebido dinheiro para votar na dupla de candidatos. Além disso, uma candidata ao cargo de vereadora teria desistido da candidatura e passado a apoiar Joais e Diodato após receber R$ 3 mil.
Se o TRE julgar a denúncia procedente os acusados poderão ser cassados e terem os direitos políticos suspensos por 8 anos. (Ascom MPF/AC)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation