Tião Viana viabiliza com a Infraero projeto de construção da 2ª pista

Sabendo das limitações aeroportuárias que o Acre tem enfrentado e lembrando os problemas aéreos causados pela redução da pista do aeroporto de Rio Branco até o começo deste ano, o governador Tião Viana viajou a Brasília para um encontro com representantes da Infraero, ontem, 13. A conversa girou em tornou da assinatura imediata de um convênio para a realização de estudos e projetos para a construção da segunda pista de pouso e decolagem de Rio Branco.
Senadores14
A Infraero prometeu assinar o convênio em no máximo 15 dias. O valor será de R$ 6,258 milhões, com contrapartida do Estado de R$ 1,48 milhão. “É uma grande conquista para o Acre termos a aprovação da Infraero em firmar esse convênio de imediato, acelerando os trâmites burocráticos para, ainda este ano, concluirmos toda a parte dos estudos, para que em 2012 possamos negociar o início da obra da segunda pista”, diz o governador.

Nessa primeira etapa, prevista para ser finalizada ainda este ano, serão realizados todos os estudos e projetos de engenharia de construção da pista, além de ações ambientais. A nova pista será ao lado da atual, com uma pavimentação de concreto especial, mais resistente a pousos e decolagens. Terá  150 metros de largura por 4,4 quilômetros de comprimento, totalizando 667.500 metros quadrados.

Participaram da reunião o presidente da Infraero, Antônio Gustavo Matos do Vale, e sua equipe de assessores. Também estiveram junto do governador o secretário de Planejamento, Márcio Veríssimo, secretário de Fazenda, Mâncio Lima Cordeiro, o prefeito de Rio Branco, Raimundo Angelim, e os senadores Jorge Viana e Aníbal Diniz. “Sinto-me muito feliz em fazer parte dessa reunião com o governador Tião Viana e ver que os pleitos do Acre são tratados com muita seriedade. Como coordenador da bancada, estou muito feliz por essa conquista”, conta o senador Aníbal Diniz.

Aproveitando o momento em Brasília, Tião Viana também se encontrou com o presidente do BNDES, Lucia-no Coutinho. A reunião entre governo, banco e prefeitura de Rio Branco serviu para o prefeito Raimundo Angelim apresentar o projeto de R$ 75 milhões para a mobilidade urbana de Rio Branco. (Agência Acre)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation