Gazetinhas 05/08/2011

* Brrrrr!

* Que frio!

* E não guardem os edredons, blusas, capas que vêm mais “friagens” durante este mês.

* E com as “friagens”, mais seca.

* É a natureza cobrando pela derrubada da floresta, o assoreamento dos rios e igarapés.

* Depois de um começo morno, até que ontem rendeu a sessão na Assembléia Legislativa.

* O líder do Governo, Moisés Diniz, e a deputada Marileide Serafim, ainda trajada de cowgirl, trocaram farpas.

* Faz parte do debate democrático.

* Já deputados da Bancada Evangélica, recentemente constituída, abriram campanha para pedir ao Governo o perdão aos PMs e bombeiros que teriam sido presos durante a manifestação da Corporação.

* Seria um gesto simpático, generoso, mas, segundo o comandante da PM, cel Anastácio, ninguém foi preso por participar de manifestações.

* Foram detidos por questões disciplinares, por terem faltado às suas escalas de serviço.

* Uma questão, portanto, que os próprios deputados poderiam tirar a limpo com o comandante e resolvê-la de uma vez.

* Impressionante como tem prefeito do interior enrolado na Justiça.

* Que safra esta, heim?

* No ano que vem tem eleições e os eleitores desses municípios precisam escolher melhor seus administradores.

* Agora é oficial, está no Diário Oficial, a mudança de titular na assessoria ou secretaria de Comunicação do Governo.

* Saiu Mariama Morena, assumiu o jornalista Leonildo Rosas.

* Sem intenção de ofender, o prefeito Raimundo Angelim acabou mexendo num vespeiro ao afirmar que as escolas públicas são melhores do que as particulares.

* A propósito, foi bonito de ver a comemoração dos alunos e professores da escola Clínio Brandão, que levou o prêmio de Gestão Escolar.

* Em meio a tantos desmazelos, ainda há esperança quando se zela pela boa Educação.

* Governador Tião Viana levanta vôo hoje cedo para Manoel Urbano e de lá para Feijó.

* Na agenda, “Ruas do Povo”, que todo mundo está querendo.

* Mas sem dindim para o Festival do Açaí do prefeito Dindim.

* Em tempo: neste final de semana tem festa no interior: o Festival do Mandi em Sena Madureira.

* Mas tem mandi?

* Em anos passados, tiveram que buscar em Boca do Acre.

* Argh!

* Nada, não, leitor. São os torcedores ‘daquele time’. A cada vitória, mais insuportáveis.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation