Política local 21/08/2011

“Se o PDT tivesse um bom nome indicaria para ser o vice do Tião Bocalom”.
Deputado Luiz Tchê (PDT).

Racha confirmado
Em e-mail enviado o vice-prefeito de Feijó, Pelé Campos (PMDB),
sobre nota da coluna questionando qual será seu lado na campanha foi taxativo, ao dizer que, não só apoiará, mas também será o articulador da candidatura do empresário Abner Tavares (PMDB) a prefeito.

Farinha apartada
Assim sendo, o vice Pelé Campos e o prefeito Dindim (PSDB) apartaram a farinha.

Nada novo
A ruptura não é novidade, desde o início da gestão que Pelé e Dindim não se entendem.

Tudo que queria
Com três candidaturas a prefeito (falta o PT oficializar a sua), votos divididos, o quadro era tudo que o prefeito Dindim (PSDB) sonhava para tornar mais fácil a sua reeleição em Feijó.

Benção do Tião
Tem a benção do governador Tião Viana as conversas para que o PT apóie a reeleição do prefeito do Bujari, Padeiro. Caso a aliança se confirme, o Padeiro entra como favorito.

Não pode reclamar
O Tião Bocalom (PSDB) não pode usar o argumento que apoiou Sérgio Petecão (PSD), exigindo assim que este o apóie para o prefeito, porque Petecão também o apoiou para governador.

Sua bandeira
É ademais, Tião Bocalom sempre defendeu que a disputa da PMRB tenha vários candidatos.

Vai dar forró
Vou voltar a repetir que não apostem numa briga entre PT e PCdoB. É como crer em nota de 300 reais. As discussões entre petistas e comunistas sempre findam em um grande forró.

Levar ferro
Como também não creio que o PT indicará como candidato a prefeito Daniel Zen ou Marcos Alexandre, porque se isso ocorrer é como dar a eleição para a PMRB perdida por antecipação.

Vídeo e gravação
Aliados do prefeito James Gomes estão com um presente guardado para a vice Solange Pascoal (PMN) quando anunciar sua candidatura: um vídeo em que jura lealdade a James.

Colar a imagem
Isso indica que a estratégia do pessoal do James é a de mostrar a Solange como “traidora”.

Mulher de palavra
No vídeo, Solange Pascoal alardeia que jamais trairia James Gomes, disputando a prefeitura.

Melhor dos novos
Dos nomes novos falados no PT para disputar a PMRB: Daniel Zen, Marcos Alexandre e Léo Brito, este não é nenhuma cocada preta, mas, com todos os pesares, é o melhor dos três.

Opinião pessoal
Dos nomes com mandato na FPA, os de maior densidade eleitoral na Capital são os da Perpétua (PCdoB) e do Ney Amorim (PT). Quanto ganhar a eleição, isso é com o eleitor.

Volto insistir
Quando começou o debate sobre a sucessão municipal coloquei neste espaço que o PT não abriria mão de indicar o candidato à PMRB. As falas dos cardeais do PT só confirmam.

Azeitando a artilharia
Em nenhum outro partido vai haver refregas consideráveis para a escolha do candidato a prefeito, mas, no PMDB, será diferente: o ex-iluminista João Correia azeita sua artilharia.

Tentativas falhas
Todas tentativas de consenso foram falhas e teremos uma convenção com uma dura guerra verbal entre os defensores das candidaturas à PMRB de João Correia e Fernando Melo.

Batistas de fora
Sobre nota da coluna o pastor Agustinho pediu registro que, a Igreja Batista do Bosque está fora da eleição municipal e nem candidato a vereador irá lançar no próximo ano.

Alternativa descartada
Está descartada assim a possibilidade da pastora Sandra Asfury ser vice de Tião Bocalom (PSDB).

Pensamento diverso
Há um grupo do PT que acha ser útil a candidatura à PMRB do deputado federal Henrique Afonso (PV), porque em sua avaliação, tiraria votos evangélicos, que iriam para a oposição.

Muitas adesões
A candidatura do Dr. Raiz a vereador pode emplacar, tem recebido muitas adesões.

Pensamento claro
O coordenador da escolha do candidato à PMRB, prefeito Angelim, é um dos cardeais do PT que defende a tese que o nome da FPA à sua sucessão deve sair das hostes petistas.

Festa vermelha
O PCdoB fez ontem sua festa e colocou na mesa da FPA para o debate a candidatura a prefeita da deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB), sob o argumento de ter votos na Capital.

Melhor articulado

Quem melhor se articulou fora dos muros do PT foi o deputado Ney Amorim (PT). Os quatro deputados do PSDC e PRP, respectivamente, prometem defender sua candidatura a prefeito no âmbito da FPA. E também deve levar o apoio no debate, da maioria dos partidos nanicos da FPA.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation