Política local 24/08/2011

“Quem sabe falar é capaz de fazer calar todos os canhões do mundo”.


(Kotzebue)

Peso zero
Um cardeal do PT me disse ontem que a possibilidade do partido vir se basear na última pesquisa de opinião para escolher o candidato a prefeito da Capital é zero. E que também é zero a hipótese do nome ser o do ex-governador Binho, pelo fato deste nem admitir analisar.

Outro ângulo
Além disso, avalia esta fonte, Binho Marques não tem a simpatia dos políticos, aos quais tratou com sarcasmo ao longo de sua passagem pelo governo, ao ponto de não recebê-los.

Velha fórmula
Outra revelação que me fez é que as conversas não devem evoluir para outro quadro que não seja o do PT apontar o candidato a prefeito de Rio Branco e o PCdoB indicar o seu vice.

Festa vermelha
Com os senadores Valdir Raup, Renan Calheiros e o ex-ministro Padilha, o PMDB faz sua festa, na próxima sexta-feira, para a filiação do ex-deputado federal Fernando Melo no partido.

Posição comemorada
Falando no Melo, os dirigentes do PMDB gostaram da sua posição na pesquisa, embolado com a deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB), pois este ainda nem lançou o nome na mídia.

Não difere
O deputado federal Márcio Bittar (PSDB) comentou que as pesquisas que mandou fazer batem com a da Data-Control, pois a sua soma com Tião Bocalom sempre passou dos 50%.

Minha opinião
Depois do que ocorreu na eleição ao Governo, em que os institutos regionais deram até o final Tião Viana (PT) com 69% de votos, e ele ganhou por pouco, vejo com ceticismo os números.

É quem define
A campanha é quem define o vencedor, a pesquisa é uma mera conseqüência.

Fora de tempo
Até porque o único que está fazendo campanha para a PMRB é o Tião Bocalom (PSDB).

Slogan surrado
Puxados pelos gritos de um membro do PCdoB, de “Reforma Agrária, já”, posseiros do Seringal Capatará que receberam ordem de despejo, lotaram ontem a Aleac em busca de solução.

Bom advogado
Os posseiros ameaçados de expulsão não precisam de palavras de ordem, mas de um bom advogado para tentar reverter a decisão judicial que lhes é desfavorável.

Fui o único
Se não me falha a memória devo ter sido o único que comentou não crer que a geringonça do fogão que produzia energia, que Binho posou com ele, não funcionaria, foi tiro e queda.

Projeto abandonado
Tanto é assim que o projeto foi abandonado pela Funtac, que reconheceu que não funciona.

Avaliação pessoal
Para o deputado Astério Moreira (PRP), dentro da esfera da oposição, o nome que mais deve crescer durante a campanha para prefeito da Capital é o do Fernando Melo (PMDB).

De novo?
O dentista André Maia, candidato a prefeito de Senador Guiomard, era comboiado ontem na Aleac pelo deputado Edvaldo Sousa (PSDC), e pelo visto deve ser o novo filiado do partido.

Leva chumbo
André Maia, em política, quem muito muda de partido nunca se firma, é igual macaco que pula de galho, acaba despertando o caçador e levando chumbo.

Não contente
O deputado Walter Prado (PDT) não ficou contente em não ser cassado e ficar apenas inelegível por 3 anos, e promete recorrer por achar que foi injustiçado.

E os outros?
“Gozado, eu fiz uma campanha sem ostentação e estou sendo processado por abuso do poder econômico, e os deputados que fizeram campanha milionária estão rindo”, disparou Prado.

Sexo dos anjos
Aprendi que, se você não quer resolver um assunto monte um “grupo de trabalho” ou realize uma “Audiência Pública”, porque num e no outro caso vira uma discussão do sexo dos anjos.

Perda de tempo
Por isso vejo com reserva o deputado Luiz Tchê (PDT) querer programar uma “Audiência Pública” para discutir o “Código Florestal”, porque será perda de tempo e de saliva.

Bem cotados
Pelo que tenho escutado nas rodas, o deputado Ney Amorim e o presidente do partido, Leonardo Brito, estão bem cotados nas discussões internas para a escolha do candidato do PT.

Muita discussão
Discussão, muita discussão, é o que vai nortear a escolha do nome do PT à PMRB.

Exigência aceita
O PT não lançar candidato no Bujari foi a proposta feita pelo prefeito Padeiro para deixar o PMDB e aceita pela cúpula petista, e é o que deverá acontecer na eleição de 2012.

Forma de inibir
A vinda de senadores para a filiação do ex-deputado federal Fernando Melo no PMDB é a forma de mostrar ao ex-deputado federal João Correia de que lado está o partido na escolha do nome à PMRB e lhe inibir para não ir a convenção. Aceito aposta: Correia vai à convenção.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation