Política nacional 24/08/2011

“Queria que o presidente [do Senado] fosse andar em jumento?”

Deputado estadual Magno Bacelar (PV-MA) sobre uso de helicóptero por José Sarney.

Governo pagou R$ 10 milhões a investigados
Investigadas na Operação Alquimia, da Polícia Federal, por bilionária sonegação de impostos através de “laranjas”, a Sasil Comercial e Industrial de Petroquímicos e a Acqua Service Produtos Químicos receberam, em 6 anos, quase R$ 10 milhões do Governo Federal para fornecimento de combustível nuclear, revela o Portal da Transparência, que tirou do ar o pagamento de outros R$ 4 milhões a Sasil.

Às cegas
Os contratos com Ministério da Ciência e Tecnologia começaram em 2004, dois anos após a PF abrir inquérito sobre o suposto esquema.

Torneira fechada
Em 2010, a Sasil levou mais R$ 1,2 milhão, porém “micou” em 2011: o Portal da Transparência registra pagamento de apenas R$ 12,8 mil.

Ecos da revolução
A Líbia instalou ontem o governo rebelde. Lula instalou o Governo do B, recebendo ministros no palácio, ops, no Instituto da Cidadania.

Líbia Fashion Week
O grande dilema de Kadafi ontem era escolher o figurino em que aparecerá na TV, na prisão ou no chamado “paletó de madeira”.

Centro vai custar R$ 12,6 mi
O futuro centro administrativo do governo do DF deve custar bem mais que os R$ 5,5 milhões mensais previstos. A Parceria Público Privada com as empreiteiras obriga o governo a pagar R$ 12 milhões e 690 mil mensais por vinte anos, sendo R$ 5,6 milhões pelos serviços (água, energia etc) e R$ 7 milhões de aluguel, segundo Luiz Fernando Costa e Silva, ex-chefe de gabinete do ex-governador biônico Rogério Rosso.

Alô, Ministério Público
O centro foi inventado quando Durval Barbosa distribuía na Codeplan dinheiro sujo para políticos. Rosso o substituiu e “abraçou” a idéia.

Risco zero
Para a obra do centro administrativo de 178 mil metros, as empresas querem banco público financiando e o governo do DF como avalista.

Sem confirmação
Costa e Silva alega que, em serviços, o governo do DF gastaria R$ 15 milhões hoje. Não há levantamento confiável atestando esses valores.

No caldeirão africano
O tour de Lula pela África em janeiro, anunciado na coluna há dias, poderá ser alterado, caso o novo governo líbio retalie economicamente o Brasil pelo indisfarçável apreço do ex-presidente ao ditador Kadafi.

Carta ao Papa
O distanciamento da presidenta Dilma com a Igreja Católica ficou na campanha. Ela escreveu carta ao Papa Bento XVI dando garantias para a realização da Jornada Mundial da Juventude, em 2013, no Rio de Janeiro. O “carteiro” foi o governador Sérgio Cabral.

Professor Batista
O bilionário Eike Batista, que empresta jatinhos, explicou no Twitter a ajuda que ele e outros megaempresários recebem: “O BNDES ajuda a baixar para todos os brasileiros o custo Brasil!!. Entendeu?”

Juristas na sala
A faculdade Projeção, de Taguatinga (DF), realiza até sexta o I Fórum Internacional de Grandes Juristas, batizando 23 salas de aulas com seus nomes. São esperados advogados e ministros do STF, além de alguns já aposentados, como Sepúlveda Pertence e Moreira Alves.

Ficha Limpa
O procurador-geral Roberto Gurgel deve enviar ao Supremo Tribunal Federal seu parecer pela legalidade da Lei Ficha Limpa. E senadores farão visitas ao ministro relator, Luiz Fux, a pedido de magistrados.
Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.

Caminho do buraco
A CNT concluiu a pesquisa rodoviária deste ano, cuja equipe percorreu 91 mil km de estradas, entre junho e agosto. O relatório, que será divulgado em outubro, mostra que nada mudou, a exemplo das 17 superintendências do DNIT nas mãos do PR.

Deboche
Apesar de ser cunhado do deputado Marcelo Castro (PMDB-PI), cujos irmãos (são donos da construtora Jurema, que tem contratos com o DNIT, o chefe do (órgão no Piauí, Sebastião Braga, o “Tião Sorriso”, se deleita com a definição para a sigla: ‘Dilma Não Investiga o Tião”.

Livro de Rigotto
O ex-governador gaúcho Germano Rigotto lançará seu livro “Para além do Berço Esplêndido”, nesta quarta-feira, na Livraria Cultura do shopping Casa Park, em Brasília.

Pensando bem…
…além do ministro Fernando Haddad (Educação), o cirurgião plástico de Marta Suplicy deve ter adorado Lula dizer que São Paulo precisa de “cara nova”.

PODER SEM PUDOR
Amizade íntima
O ditador Fidel Castro recebeu os parlamentares que participaram de um vôo inaugural para Cuba, nos anos 80. Um deles, o deputado estadual paulista Waldemar Chubaci, que conhecera o líder cubano em outra ocasião, resolveu chamá-lo por um apelido pouco conhecido dos brasileiros:
– Comandante Fifo…
Mais tarde, os demais parlamentares resolveram chamar sua atenção:
– Como é que você chama o homem de “Fifo”?
– Ué – reagiu o deputado – ele só me chama de “Chuba”…

Assuntos desta notícia


Join the Conversation