Aposentadorias vão abrir 452 mil vagas

Até 2015, cerca de 40% do 1,1 milhão de atuais servidores públicos federais estarão em condições de se aposentar. Serão 452 mil trabalhadores a menos nos órgãos públicos. Hoje, conforme revelam dados do Ministério do Planejamento, ao menos 80 mil funcionários já podem pendurar as chuteiras.

Para a alegria dos concurseiros, a notícia se soma à decisão do STF da última quarta, segundo a qual o governo é obrigado a nomear, durante a validade da seleção, todos os aprovados dentro do número de vagas previstas em edital. Estima-se que, em todo o Brasil, ao menos 80 mil candidatos aguardem essa convocação. Desses, 40 mil seriam apenas na esfera federal.

Um dos órgãos que mais precisarão de trabalhadores é o Banco Central, hoje com 4.689 servidores em atividade. Até o fim do ano, 1.908 funcionários poderão requerer a aposentadoria integral.

O Senado também se prepara para lidar com o problema. Lá, 1.457 servidores devem se aposentar nos próximos quatro anos. Até o fim de 2011, ao menos 300 funcionários devem requerer o benefício. Para tentar recompor esse quadro, a casa planeja lançar, até o mês que vem, concurso público para cargos de níveis médio e superior, com salários entre R$ 13,2 mil e R$ 22,6 mil.

O Ministério do Planejamento informou que pretende realizar concursos ao longo dos anos para substituir os aposentados. (Correio Braziliense)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation