Planejamento deve autorizar 4 mil vagas temporárias na PF

O Ministério do Planejamento deve abrir 4 mil vagas temporárias para amenizar o problema com terceirizados nas áreas administrativas da Polícia Federal. De acordo com o Sindicato Nacional dos Servidores do Plano Especial da Polícia Federal (Sinpecpf), em reunião com representantes da entidade, o diretor-geral da PF, Leandro Daiello Coimbra, confirmou a informação e disse que os contratos valeriam por dois anos com a possibilidade de prorrogação por igual período.

Caso a pasta de Miram Belchior autorize esse processo seletivo, a intenção da direção geral da PF é lutar para que os postos temporá-rios se tornem efetivos ao final dos contratos. Ainda de acordo com o sindicato, o diretor-geral ressaltou que continua negociando a realização de concurso para preencher cerca de 400 cargos atualmente vagos e a criação de 3 mil vagas permanentes, independentemente da proposta de concurso temporário. (Congressoemfoco)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation